Ex-vascaíno não teme perseguição

Vasco e Flamengo se enfrentam neste domingo, pela nona rodada do Torneio Rio-São Paulo, às 16h, no Maracanã, vivendo momentos distintos na competição. Enquanto os vascaínos lutam por uma das vagas à próxima fase, o Rubro-Negro, praticamente eliminado, tenta se recuperar e provar que a má fase foi superada. Um dos mais ansiosos para o confronto é o meia rubro-negro Juninho, que atua pela primeira vez contra sua ex-equipe. O jogador afirmou não temer ser vaiado pelos torcedores vascaínos e disse acreditar que todos compreenderam que sua transferência foi de caráter profissional. "Espero me sair bem. Tem tudo para ser um grande jogo", disse Juninho. "Nossa principal atenção precisa ser com o Romário. Não podemos deixar que alguém sirva as bolas para ele." O técnico do Flamengo, João Carlos, teve vários problemas para escalar a equipe. Apesar de contar com a volta do meia Petkovic, recuperado de uma amigdalite, e do zagueiro Juan, que estava na seleção brasileira, o treinador terá o desfalque de Beto, com dores no joelho esquerdo. Já o zagueiro Fernando cumpre suspensão automática. Evaristo de Macedo também enfrentou dificuldades para escalar o Vasco. O treinador somente vai confirmar a equipe momentos antes da partida. O problema vascaíno está na zaga, pois os titulares Géder e João Carlos ainda se recuperam de contusão. Se ambos não tiverem condições de atuar, Gomes e André Leone serão os substitutos. "Temos problemas, mas precisamos superá-los", disse Evaristo. "O mais importante será a vontade com que a equipe entrará em campo. Num clássico como este, a disposição é um fator determinante." O artilheiro Romário é o principal trunfo do Vasco para esta partida. O jogador tem boas recordações da última vez em que enfrentou seu ex- time, já que marcou três gols e os vascaínos venceram por 5 a 1. Motivado na busca por uma convocação para a seleção brasileira o craque tem mais uma oportunidade para provar ao técnico do Brasil, Luiz Felipe Scolari, que é o maior artilheiro do País.

Agencia Estado,

09 Março 2002 | 15h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.