1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Exames descartam lesão grave de cruzeirense Alisson

AE - Agência Estado

04 Julho 2014 | 12h 00

O meia Alisson deu um grande susto na comissão técnica do Cruzeiro na última quinta-feira à noite. Durante a vitória por 2 a 0 no amistoso diante do Tigres, do México, em Houston, o jogador recebeu uma entrada dura de Torres Nilo e precisou deixar o campo de maca. Após a realização de exames, no entanto, a comissão técnica do clube tranquilizou os torcedores e o treinador Marcelo Oliveira.

"O Alisson sofreu uma contusão no tornozelo direito. No intervalo, o atleta se queixou de dores no local e decidimos encaminhá-lo a um hospital da região, onde ele realizou exames que não detectaram nenhuma lesão grave. O jogador já está melhor e fica agora aos cuidados do departamento médico do clube", declarou o médico Wallace Espada.

Já no final do primeiro tempo do amistoso, o quarto do Cruzeiro nos Estados Unidos, Alisson dominou uma bola pela direita e levou um pisão no tornozelo, o que ocasionou uma forte torção. O jogador precisou deixar o campo de maca e a partida chegou a ficar mais de cinco minutos paralisada.

A notícia da inexistência de uma grave lesão foi bastante comemorada pelo técnico Marcelo Oliveira. Isso porque Alisson deixou de ser um reserva com poucas oportunidades para se tornar titular do Cruzeiro na excursão pelos Estados Unidos, graças às grandes atuações nos amistosos. Não está claro, no entanto, se ele terá condições de atuar já na volta do Campeonato Brasileiro, dia 17 de julho, quando o time mineiro recebe o Vitória em Belo Horizonte.

"O Alisson vinha muito bem. Até dizia que a melhor jogada ofensiva nossa era através dele. Ele chegou rapidamente em dois contra-ataques e quase fez o gol. Infelizmente se contundiu, esperamos que não seja nada sério, porque eu tinha a intenção de deixá-lo jogar mais tempo este ano", chegou a dizer Marcelo Oliveira logo após a partida.