1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Experiência de José Pekerman é a aposta na Colômbia

AE - Agência Estado

01 Julho 2014 | 15h 22

Um dos trunfos da seleção da Colômbia para vencer o Brasil nas quartas de final da Copa do Mundo, nesta sexta-feira, na Arena Castelão, em Fortaleza, está fora de campo e é argentino. Para jogadores como o goleiro reserva Camilo Vargas, a experiência do técnico José Pekerman pode fazer a diferença no duelo.

"Todos sabemos a importância que ele (Pekerman) teve neste processo de vitórias. A chave, creio eu, foi ele ter conseguido entender a peculiaridade do nosso futebol, desses jogadores que sempre colocam o coletivo acima do pessoal", destacou o atleta do colombiano Independiente Santa Fé, um dos poucos convocados que ainda não entraram em campo neste Mundial.

Para Vargas, Brasil e Colômbia será um duelo interessante para quem assistir. Segundo ele, as duas equipes têm jogadores diferenciados e em grande momento - James Rodríguez e Neymar - e compartilham de um futebol com características ofensivas. "Brasil e Colômbia são duas grandes seleções que fizeram bem as coisas. Ambas tem uma maneira semelhante de enxergar o futebol, buscando a meta rival. É um cara a cara", disse.

Apesar da boa fase e das semelhanças com o futebol brasileiro, o goleiro não se atreve a planejar o que será feito em caso de vitória sobre os anfitriões. Vargas quer a equipe concentrada para não dar vacilos e tentar vencer a partida. "Vamos sempre passo a passo", afirmou. "Estamos pensando na próxima partida antes do restante. Trabalhamos nisso e estamos nesse processo. Espero que possamos ganhar para pensar no passo seguinte".

Copa 2014