Divulgação/Assessoria Corinthians Grande
Divulgação/Assessoria Corinthians Grande

Ezabella é o quinto candidato à presidência do Corinthians

Advogado de 39 anos vai concorrer contra nomes de peso como Andrés e Citadini; Stábile e Tuma Jr. estão no páreo

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

30 Outubro 2017 | 20h10

O advogado Felipe Legrazie Ezabella, de 39 anos, foi confirmado pela chapa “Corinthians Grande” como candidato à presidência do clube na eleição que será realizada no dia 3 de fevereiro do ano que vem. Ele é o quinto candidato confirmado ao pleito.

Corinthians vende 41 mil ingressos para o clássico com o Palmeiras

Antes, já tinham assegurado participação Antônio Roque Citadini, Osmar Stábile, Romeu Tuma Júnior e Andrés Sanchez (que ainda não oficializou a candidatura, mas a fará no dia 15). Existe a possibilidade de Paulo Garcia também concorrer na eleição e mais algum nome pode ser divulgado nas próximas semanas.  

Embora tenha divulgado até um vídeo com sua campanha eleitoral, comenta-se no clube a possibilidade de Stábile retirar a candidatura e apoiar algum outro nome – Citadini seria o mais cotado. 

A chapa “Corinthians Grande’’ é formada por dissidentes da situação e do grupo Renovação e Transparência. Entre outros, estão ao lado de Ezabella, Sérgio Alvarenga, Fernando Alba, Raul Corrêa da Silva e Fausto Bittar.

+ Nelsinho encerra seu ciclo no futebol japonês

Nos bastidores do Corinthians, o grupo é tratado com respeito e, embora a disputa deva ficar polarizada entre Citadini e Andrés, a tendência, de acordo com conselheiros, é que Ezabella e seus pares “incomodem” os demais. 

Ezabella foi diretor de Esportes Terrestres do Corinthians entre 2007 e 2009, quando Andres era o presidente. Foi eleito conselheiro em dois mandatos seguidos e, no segundo, se tornou Secretário-geral do Cori (Conselho de Orientação). 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.