1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Fábrica chinesa é responsável pela produção da mascote da Copa 2014

O Estado de S. Paulo

07 Janeiro 2014 | 13h 12

Um milhão de Fulecos são montados em Tianchang, na província de Anhui

SÃO PAULO - A menos de seis meses da Copa do Mundo 2014, a mascote oficial do evento, o Fuleco, começa a ser feito em larga escala. Uma das fábricas, localizada em Tianchang, na província de Anhui, na China, por exemplo, é responsável pela produção de um milhão de unidades.

Imagens divulgadas nesta terça-feira mostram trabalhadores chineses costurando os bonecos em uma linha de produção. De lá, as mascotes da Copa 2014 serão distribuídas pelo mundo. No Mundial da África do Sul, em 2010, uma das fábricas chinesas ligadas à produção do Zakumi foi obrigada a interromper a produção após ser acusada de más condições de trabalho.

Na ocasião, a Global Brand Group (GBG), a empresa que gerencia as marcas para a Fifa se comprometeu a realizar uma inspeção nas fábricas chinesas. Os sindicatos sul-africanos, por sua vez, ameaçaram atrapalhar o andamento da Copa do Mundo 2010.

"Os consumidores sul-africanos, achando que estão fazendo um gesto patriótico comprando o mascote caro, não estão cientes de onde ele vem e como é produzido", afirmou o sindicato em março de 2010.

O Zakumi, que era feito pela Shanghai Fashion Plastic Products, estaria empregando adolescentes. De acordo com o jornal britânico News of the World, os jovens estariam trabalhando 13 horas diárias por um salário de menos de três dólares.

FULECO

A mascote da Copa do Mundo 2014 é um tatu-bola, espécie em risco de extinção no Brasil. O nome Fuleco foi escolhido numa votação popular, que contou com mais de 1,7 milhão de votos.

Fuleco, mistura das palavras futebol e ecologia, ganhou uma eleição na qual o público também poderia votar nas opções Zuzeco (junção de azul e ecologia), que recebeu 31% dos votos, e Amijubi (amizade e júbilo), votado por 18% dos eleitores.

 

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo