Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Fagner brinca com desdém ao Corinthians: ‘Bate no portão e volta’

Lateral não se importa com reclamações pelo fato do time vencer por apenas 1 a 0

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

31 Maio 2017 | 19h08

No início do ano, o Corinthians era taxado como a quarta força do futebol paulista e acabou sendo campeão estadual. Agora, a crítica ao time de Fábio Carille é para o fato da equipe vencer seus jogos sempre por placares apertados, geralmente 1 a 0. Nesta quarta-feira, o lateral-direito Fagner e o meia Rodriguinho comentaram sobre a desconfiança que ainda ronda o time.

“Vamos vencendo de 1 a 0, que a gente vai ser campeão”, destacou o lateral-direito, que emendou em relação as críticas. “Bate no portão e volta. Temos que nos blindar e procurar continuar a fazer o que a gente faz. Se a gente mantiver o nosso padrão de jogo e a nossa entrega, a gente sabe que tem condições de vencer. Esse papo de 1 a 0, que não joga bonito, a gente deixa para o lado de fora”, comentou.

Ao ser questionado sobre qual o melhor time do Brasil, Rodriguinho se esquivou, mas lembrou que, do futebol paulista, o Corinthians é quem deve ser considerado o melhor. “O Campeonato Brasileiro está começando agora, mas o melhor time de São Paulo é o Corinthians, pois foi o campeão estadual. Assim como, de outros estados, quem ganhou os campeonatos são os melhores. O melhor do Brasil, a gente só vai conseguir responder no fim do Brasileiro”.

Os dois enfrentam o Santos, sábado, às 19h, na Arena Corinthians, e depois desfalcam a equipe por, pelo menos, duas partidas. Ambos foram convocados pelo técnico Tite para os amistosos contra a Argentina e Austrália e, por isso, ficarão fora dos jogos contra Vasco e São Paulo e, provavelmente, serão ausências também diante do Cruzeiro. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Corinthians Futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.