1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Federação Chilena é multada por invasão ocorrida no Maracanã

Agência Estado

24 Junho 2014 | 20h 14

Incidente ocorreu no dia 18 de junho, antes do jogo entre Espanha e Chile pela fase de grupos a Copa do Mundo; valor não foi informado

A Federação Chilena de Futebol revelou nesta terça-feira, em nota oficial, ter sido multada pela Fifa por causa da invasão dos torcedores chilenos ao Maracanã no dia 18 de junho, antes do jogo entre Espanha e Chile pela segunda rodada da Copa do Mundo. O valor da punição, no entanto, não foi informado.

Antes do jogo entre Espanha e Chile, cerca de 200 torcedores que estavam sem ingresso invadiram o Centro de Mídia do Maracanã para tentar chegar às arquibancadas e ver o jogo. Após serem detidos pela polícia, 88 chilenos foram obrigados a deixar o Brasil. Agora, a federação também recebe punição.

A Fifa ainda não se manifestou sobre a punição imposta, mas a Federação Chilena confirmou a multa recebida. E ainda alertou os torcedores do Chile que, se novos incidentes acontecerem durante a disputa da Copa do Mundo, "a sentença pode ser muito dura e grave para os interesses esportivos e econômicos" da entidade.

Bernat Armangue/AP
Torcedores chilenos invadiram o Maracanã pela área destinada à imprensa

A nota da Federação Chilena também lembra que houve um outro incidente envolvendo a torcida do país na Copa do Mundo, quando fogos de artifícios foram lançados no gramado da Arena Pantanal, em Cuiabá, durante o jogo entre Chile e Austrália no dia 13 de junho. Nesse caso, porém, a entidade foi absolvida pela Fifa.

Mas, em caso de novo problema, a Federação Chilena explicou que a Fifa consideraria uma "grave reincidência". Por isso, a entidade pede aos torcedores do Chile, na mesma nota oficial, que "aproveitem a grande campanha da seleção, mas não se envolvam em incidentes dentro e fora dos estádios".

Copa 2014