1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Felipão elogia Julio Cesar e Neymar e reafirma equipe quase pronta

O Estado de S. Paulo

07 Maio 2014 | 22h 23

Em entrevista ao Jornal Nacional, treinador falou da facilidade para selecionar os 23 jogadores

SÃO PAULO - O técnico da seleção brasileira Luiz Felipe Scolari aproveitou sua primeira exclusiva após a convocação dos 23 jogadores que irão representar o País na Copa do Mundo para reafirmar alguns posicionamentos e falar sobre dois dos principais nomes da equipe: Neymar e Julio César. O treinador teceu elogios a ambos e destacou o papel dos dois dentro do time.

"O Neymar é um jogador importantíssimo. Com uma qualidade, com um aspecto técnico fantástico. Mas ele, em determinados momentos, ele tem participado com o grupo, mudando algumas das suas características, como ele já fez. Hoje, quando precisamos de alguma situação tática diferente, ele é um jogador que se esforça para fazer aquilo e faz", afirmou em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo.

Já sobre o camisa 1 da seleção, Felipão explicou porque garantiu o goleiro antes dos outros jogadores. "Em 1º lugar quando eu afirmei do Júlio César já estava convocado era para que se evitasse e continuasse aquela situação de alguns homens de comunicação de que: "O Júlio isso. O Júlio aquilo" e que poderia afetas a confiança dele. Então se ele já tivesse a minha confiança, provavelmente, ele desenvolveria o seu futebol normalmente", explicou Scolari.

MESMO TIME

Já quando questionado sobre o time titular e porque foi mais fácil que em 2002 escolher os 23 convocados, Felipão repetiu as respostas que deu na coletiva após o anuncio. "Se nós fizéssemos uma consulta hoje a todos que trabalham na área esportiva, provavelmente, 20 nomes seriam quase que consenso. Bem diferente daquele grupo de 2002, que nós fomos montando a equipe na classificação, depois nos amistosos, para quase que definirmos os últimos nomes e ideia de jogo e uma série de coisas ali nos últimos seis meses".

"Hoje nós teríamos, em condições físicas ideais, praticamente, quase que a mesma equipe (da Copa das Confederações): 90% estaria em campo", completou.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo