1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Felipão escala Fernandinho e testa Maicon na seleção

Leandro Silveira - enviado especial a Teresópolis - Agência Estado

26 Junho 2014 | 14h 57

Durante treino da seleção brasileira na Granja Comary, nesta quinta-feira, o técnico Luis Felipe Scolari fez algumas mudanças no time

O técnico Luiz Felipe Scolari indicou nesta quinta-feira, em treino coletivo realizado na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), que a escalação da seleção brasileira para o duelo contra o Chile, neste sábado, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Mundo, deverá ser alterada. E uma mudança parece ser certa: a entrada do volante Fernandinho no lugar de Paulinho.

Além disso, o treinador testou outras mudanças. No intervalo do coletivo, o lateral-direito Maicon ocupou a vaga de Daniel Alves, que vinha sendo o titular da seleção. Depois, durante a etapa final, o volante Ramires entrou no lugar do atacante Hulk. Já o zagueiro David Luiz deixou a atividade antes do final, com dores nas costas, sendo substituído por Dante.

A entrada de Fernandinho no meio de campo da seleção parece ser certa. Afinal, o volante havia entrado bem no intervalo da goleada por 4 a 1 sobre Camarões, na última segunda-feira, tendo inclusive marcado um gol, substituindo Paulinho. E a troca se repetiu durante todo o coletivo, indicando que deverá acontecer para o duelo contra o Chile.

REUTERS/Marcelo Regua
O treino desta quinta-feira foi o único realizado com bola

Os outros testes não necessariamente significam mudanças na escalação do Brasil. Maicon atuou por metade do coletivo no lugar de Daniel Alves. Já Ramires treinou por menos tempo entre os titulares no lugar de Hulk, em troca que havia sido feita para o jogo contra o México, quando o atacante não entrou em campo por causa de dores musculares na coxa esquerda.

Enquanto isso, a saída de David Luiz, inicialmente, pareceu ser apenas por precaução, mesmo que o zagueiro tenha sido o único titular que não desceu para realizar um treino físico nos campos da Granja Comary na última quarta. Assim, os titulares da seleção disputaram o coletivo com a seguinte formação: Julio Cesar; Daniel Alves (Maicon), Thiago Silva, David Luiz (Dante) e Marcelo; Luiz Gustavo, Fernandinho e Oscar; Hulk (Ramires), Fred e Neymar.

O coletivo acabou terminando empatado em 2 a 2. Fred e Oscar marcaram os gols do time principal, enquanto que Paulinho e Maicon (contra) diminuíram para os reservas. O primeiro gol do coletivo, de Fred, saiu após cruzamento. Depois, Paulinho empatou ao completar contra-ataque rápido, pelas laterais da defesa brasileira. A jogada provocou reclamações de Felipão, que gesticulou bastante.

O treinador, aliás, parou a atividade diversas vezes para orientar os jogadores, seja no posicionamento defensivo ou também pedindo para que a saída de bola fosse realizada pelas laterais e com mais velocidade, além de reforçar a necessidades dos jogadores de ataque intensificarem a marcação sob pressão. E os outros gols saíram durante o segundo tempo, com a participação direta de Maicon.

O treinamento desta quinta foi o único com bola realizado pelos jogadores da seleção na Granja Comary entre os duelos contra Camarões e Chile. Afinal, a última terça foi de folga, enquanto que na quarta apenas os reservas treinaram no campo - os titulares só fizeram trabalhos regenerativos na academia.

A seleção deixa a Granja Comary às 17h30, quando segue de ônibus para o Rio, onde embarca para Belo Horizonte. Na capital mineira, a equipe vai treinar nesta sexta, na véspera do duelo contra o Chile, no SESC Venda Nova, já que o gramado do Mineirão está sendo preservado para o jogo do dia seguinte.

Esse treinamento em Belo Horizonte será fundamental para definir a escalação do Brasil. A entrada de Fernandinho, porém, parece ser certa, enquanto que a dúvida permanece em relação a Maicon. A chance de Ramires começar jogando é pequena, assim como a possibilidade de David Luiz ficar fora do duelo contra o Chile. Mas tudo deverá ser mesmo definido em Belo Horizonte.

Copa 2014