1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail

Fernando Prass pede calma no Palmeiras: ‘Time não está pronto’

- Atualizado: 14 Fevereiro 2016 | 07h 00

Goleiro cobra paciência da torcida e prevê embalo logo

O goleiro Fernando Prass não gosta de jogar a culpa por tropeços nos outros. Também divide a culpa, mas acha cedo para as cobranças em cima do atual time do Palmeiras, seja ele o titular ou o reserva. De acordo com o camisa 1, ainda falta muito para o embalo vir.

“O time não está pronto. E nem estaria se tivesse vencido o Linense. Claro que é mais fácil trabalhar em cima de vitórias, mas temos de aprender e evoluir nas derrotas, ter tranquilidade e trabalhar para minimizar esses erros”, enfatiza.

O goleiro não se assusta com os tropeços. Sabe que o time tem tudo para dar certo, como fez em 2015 com a conquista da Copa do Brasil e o vice do Paulista quando iniciava sua formação. Porém, também reprova o excesso de falhas.

Tivemos dois ou três erros atrás e dois ou três lá na frente na hora de fazer o gol. Tivemos chance e erramos e ninguém sai ileso em partida com erros capitais.”

Goleiro do Palmeiras espera que erros do time não se repitam na Libertadores
Goleiro do Palmeiras espera que erros do time não se repitam na Libertadores

Diante do River Plate do Uruguai, em Maldonado, o goleiro espera que o esquema do time seja mais eficiente com a volta dos titulares para que a temporada comece para valer para o Palmeiras.

Palmeiras em 2016
Nilton Fukuda|Estadão
Palmeiras 2 x 0 Fluminense

Palmeiras se redimiu da derrota para a Ponte ao fazer 2 a 0 no Fluminense

Marcelo Oliveira que o diga. Nada de inventar neste momento. “Eu poderia até modificar a forma de jogar, mas essa eu gosto dela e conquistamos muita coisa assim, dá possibilidade de variação em campo. No jogo passado usei o Robinho mais por dentro, ele ainda dividiu jogadas com o Lucas na direita, também já o usei como segundo volante. Ela é produtiva desde que todos cumpram as funções.”

O treinador vai tentar deixar o time pronto na marra. Com os mesmos jogadores, o esquema igual e na base dos treinos fortes, como fez com o time titular no sábado pela manhã. “Todos estão se dedicando muito, não tenho do que reclamar. Falta apenas o encaixe.”

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Estadão.
É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Estadão poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os criterios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Você pode digitar 600 caracteres.

Mais em EsportesX