1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Festa  do centenário do Palmeiras reúne políticos e ex-jogadores

Ciro Campos e Daniel Batista - O Estado de S. Paulo

26 Agosto 2014 | 23h 01

Evento com a participação de 1,2 mil convidados teve a presença de Ministro do Esporte e de candidatos a governo, Senado e Câmara

A festa do centenário do Palmeiras, na noite desta terça-feira, virou o ponto de encontro de antigos dirigentes do clube, de ex-jogadores e de candidatos em campanha. Até mesmo políticos torcedores de outros times estiveram presentes no evento, que reuniu cerca de 1,2 mil convidados na capital paulista.

Candidato à reeleição como deputado federal, o são-paulino Paulo Maluf (PP) foi um dos primeiros a chegar ao evento. Torcedor do mesmo clube, o ex-prefeito Gilberto Kassab (PSD), que concorre ao Senado, apareceu mais tarde, já quando o hall de entrada estava praticamente lotado.

Paulo Skaf (PMDB), que é candidato ao governo do Estado de São Paulo, também compareceu à festa. Mas quem chamou a atenção mesmo foi o ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PCdoB). Torcedor palmeirense, ele usou um paletó branco, combinado com camisa e gravatas verdes. 

EXPOSIÇÃO
Antes de chegar ao salão de entrada da festa, os convidados percorreram um túnel do tempo decorado com as cores do Palmeiras, onde estavam expostas fotos, vídeos, taças e camisas históricas do clube. 

Dos troféus recentes do Palmeiras, não estavam na galeria as duas conquistas da Série B neste século, em 2003 e 2013. Presidente no ano do último rebaixamento palmeirense, em 2012, Arnaldo Tirone chegou discretamente, quando a festa já havia iniciado.

Apenas o zagueiro Lúcio e o goleiro Fernando Prass, dois líderes do grupo, representaram o elenco atual na festa palmeirense. Dos ídolos do passado, estiveram nomes como Marcos, Ademir da Guia e César Maluco. "Espero que o centenário e a nova arena façam o Palmeiras retomar a trajetória de glórias", disse o ex-volante Dudu.