1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Fifa abre processo disciplinar contra Suárez por mordida

AE - Agência Estado

25 Junho 2014 | 09h 07

A atitude intempestiva de Luis Suárez na heroica vitória por 1 a 0 sobre a Itália, na última terça-feira, pode custar caro ao jogador e à seleção uruguaia. Na madrugada desta quarta, a Fifa anunciou a abertura de um processo disciplinar contra o atacante do Liverpool por conta da mordida dada no zagueiro italiano Chiellini, já no segundo tempo da partida, quando o placar estava empatado em 0 a 0.

De acordo com a entidade, a Associação Uruguaia de Futebol (AUF) e Suárez têm até as 17 horas desta quarta para "se manifestarem com a posição deles e com qualquer evidência documentada que eles considerarem relevante". O jogador será julgado pela Fifa e a decisão quanto a uma provável punição será anunciada antes das oitavas de final diante da Colômbia, sábado, no Maracanã, o que coloca em risco a continuidade do atacante na competição.

No que depender do histórico de Suárez, aliás, a punição não deve ser nada branda. Esta é a terceira vez que o jogador é flagrado dando uma mordida em um adversário durante uma partida profissional. Na primeira, quando ainda atuava pelo Ajax, foi suspenso por sete jogos. Depois, já com a camisa do Liverpool, pegou gancho de dez partidas pelo mesmo motivo.

Suárez esteve bem próximo de perder esta Copa do Mundo antes mesmo de ela começar. A três semanas para o início, no dia 22 de maio, o uruguaio precisou passar por uma artroscopia no joelho direito. Depois de muito esforço para acelerar a recuperação e de perder a estreia diante da Costa Rica - derrota por 3 a 1 -, voltou na segunda rodada para ser o herói da vitória por 2 a 1 sobre a Inglaterra, marcando os dois gols da sua equipe.

Na última terça, no entanto, o atacante mostrou novamente seu conhecido descontrole emocional em campo. Aos 35 minutos do segundo tempo, em um lance isolado na área adversária, se enroscou com Chiellini e deu-lhe uma mordida no ombro. O zagueiro tentou se desvencilhar e acertou o braço no rosto do rival. Suárez, então, caiu no gramado reclamando de uma cotovelada. Chiellini tentava mostrar a marca da mordida ao árbitro, que não viu o lance e deixou-o passar em branco. Mas as câmeras de tevê já haviam flagrado o ato que pode acabar com a Copa do Mundo do astro uruguaio.

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo