1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Fifa dá ultimato à Nigéria e ameaça nova punição

Estadão Conteúdo

03 Setembro 2014 | 16h 16

A Fifa deu um novo ultimato à Nigéria nesta quarta-feira e ameaçou aplicar nova punição à federação do país africano caso os dirigentes da entidade não deixem seus cargos até a próxima segunda-feira.

A Fifa exige a saída dos dirigentes por não reconhecer as eleições que os levaram até o comando da Federação Nigeriana de Futebol (NFF, na sigla em inglês). De acordo com a Fifa, o pleito realizado no dia 26 de agosto sofreu a interferência do Ministério do Esporte, o que é vetado pela entidade que administra o futebol mundial.

"A NFF será suspensa com efeito imediato se ainda houver pessoas que se dizem eleitas no dia 26 de agosto ocupando cargos no escritório da NFF na segunda-feira, dia 8 de setembro", avisou a Fifa, nesta quarta.

Trata-se do segundo prazo dado pela entidade aos nigerianos. O primeiro venceu no dia 1º deste mês sem maiores consequências para a NFF, que aparentemente ignorou a carta enviada pela Fifa no fim de agosto. Por causa da interferência do governo, a Fifa já havia suspendido a NFF em julho.

O novo ultimato ameaça a participação da seleção da Nigéria na partida contra a África do Sul, na próxima quarta, na Cidade do Cabo, pelas Eliminatórias da Copa Africana de Nações - a Nigéria é a atual campeã do torneio.