1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Copa 2014

Fifa já examina caso Neymar e pode punir lateral colombiano

Jamil Chade - O Estado de S. Paulo

05 Julho 2014 | 10h 34

Comitê da entidade se reúne para decidir de adotará ou não uma sanção disciplinar contra Camilo Zúñiga 

A Fifa está reunida nesta manhã e avalia se adotará uma sanção contra o colombiano Camilo Zúñiga que atingiu Neymar no jogo de ontem em Fortaleza. Imagens e informes foram avaliados e o caso agora está sendo examinado pelo Comitê de Disciplina da entidade, no Rio de Janeiro. O colombiano pode ser punido com suspensões e multas.

A joelhada não foi vista pelo árbitro e o jogo seguiu, sem mesmo uma falta. "O Comitê de Disciplina da Fifa está avaliando o caso", confirmou a porta-voz da Fifa, Delia Fischer.

Enquanto isso, assessores legais próximos à CBF já examinam a possibilidade de pedir à Fifa que abra uma investigação contra o jogador colombiano, responsável pela falta violenta que lesionou o brasileiro. A meta dos brasileiros é a de conseguir uma punição equivalente ao que o jogador uruguaio Luis Suárez obteve depois de morder um adversário.

Nilton Fukuda/Estadão
Neymar encerra sua participação na Copa com 4 gols

Assim que os exames revelaram a gravidade da contusão, os advogados entraram em ação para estudar todas as possibilidades legais. O lance representou o fim da participação do craque brasileiro das semi-finais e eventualmente de uma grande final no Maracanã.

A avaliação é de que se, por uma mordida que sequer tirou o adversário do Mundial, um lance que coloca em risco outro atleta deveria ter, no mínimo, o mesmo nível de punição. Suárez foi punido com nove partidas de suspensão, quatro meses afastado do futebol e multa. Isso tudo mesmo que o árbitro não tenha visto no jogo o lance da mordida. 

Copa 2014