Reprodução
Reprodução

Fifa registra tatu-bola como mascote da Copa de 2014 e fará anúncio domingo

Nome do animal será escolhido através de votação dos torcedores brasileiros

AE, Agência Estado

11 Setembro 2012 | 17h12

A Fifa registrou nesta terça-feira, no site de patentes europeias (OHIM), o desenho do tatu-bola. No domingo, durante o programa Fantástico, da TV Globo, a mascote da Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil, será apresentada e será aberta uma enquete para definir o nome do animal. O mesmo tipo de procedimento foi adotado para a escolha do nome da bola do torneio pela Adidas.

No desenho que pode ser visto no registro da marca, porém, não é possível ver as cores do tatu-bola. Uma primeira imagem surgiu com o animal vestindo uma camiseta branca e usando as cores do Brasil. Mas no registro da Fifa, a mascote está em preto e branco.

O tatu-bola acabou sendo escolhido como mascote da Copa de 2014 depois de ser sugerido pela ONG Associação Caatinga, que apresentou o projeto ao Ministério do Esporte e ao Comitê Organizador Local (COL) do Mundial, em fevereiro passado. De acordo com a ONG, o "Tolypeutes tricinctus" é a espécie de tatu mais ameaçada de extinção no Brasil.

O tatu-bola será o 13º mascote da história das Copas, sendo que outros quatro animais já foram escolhidos: os leões Willie e Goleo nos respectivos Mundiais de 1996 e 2006, o cachorro Striker em 1994, o galo Footix em 1998 e o leopardo Zakumi em 2010.

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa de 2014 mascote tatu-bola Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.