1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Fifa teme manipulação de resultado em Camarões e Brasil

Jamil Chade e Marcio Dolzan - O Estado de S. Paulo

20 Junho 2014 | 12h 17

Chefe de segurança da entidade considera jogo de 'alto risco' por causa de fase financeira e desclassificação da seleção africana

O jogo entre Brasil e Camarões é considerado como de "alto risco" pela Fifa por conta da manipulação de resultados. O time africano já está desclassificado, os jogadores brigam entre si e quase não viajaram ao Brasil por falta da definição em relação ao prêmio que seria oferecido pela federação local aos jogadores. Para a Fifa, essas são condições ideais para a atuação de grupos que tentam influenciar no resultado da partida. 

"Existe uma vulnerabilidade", declarou Ralf Mutschke, chefe de segurança da Fifa. Ele confirma que a partida foi classificada como de "risco" e mais suscetível de ser manipulado do que os jogos da abertura ou da final da Copa

O time africano perdeu as duas primeiras partidas da Copa e é o adversário do Brasil na última rodada da fase de grupos. O time de Neymar precisa de uma vitória para sair na primeira colocação no grupo. 

Pierre-Philippe Marcou/AFP
Seleção de Camarões acabou derrotada pelo México no primeiro jogo

O risco não seria tanto a ponto de uma eventual manipulação garantir uma vitória do Brasil. Mas sim estabeleceria uma meta de gols que seriam feitos contra o time africano. O risco é de que algum dos jogadores acabe facilitando uma goleada, justamente para atender a algum grupo criminoso que faz sua aposta e, se acertar, recebe um retorno de milhões de dólares. 

Camarões viveu uma crise interna antes da Copa por conta da falta de um acordo sobre o pagamento do prêmio por participar do Mundial. Mas a Fifa hesita em fazer uma constatação sobre o comportamento dos jogadores. "Acho que o time todo não jogou bem naquele dia (contra a Croácia). Mas não quero me pronunciar. Não vou revelar nada por enquanto", afirmou o representante da Fifa.  

Ele admite que problemas de remuneração pode abrir espaço para atuação de apostadores que, em acordo com jogadores, trocam resultados por prêmios importantes para diferentes jogadores em campo. "Por isso eu digo que jogadores não são apenas atores, mas também vítimas", indicou. 

MANIPULAÇÃO

A Fifa colocou como uma de suas prioridades coibir os casos de manipulação de resultados no futebol. Mas admite que os casos existem e são uma ameaça para o esporte. Antes da Copa de 2010, os amistosos disputados pelas seleções registraram casos de manipulação. 

Copa 2014

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo