1. Usuário
Assine o Estadão
assine
  • Comentar
  • A+ A-
  • Imprimir
  • E-mail
Copa 2014

Fifa vai avaliar pedido de cancelamento de cartão de Thiago Silva

Jamil Chade, Ronald Lincoln Jr., Robson Morelli - O Estado de S. Paulo

06 Julho 2014 | 11h 04

Apesar de aceitar pedido, entidade não vê com bons olhos o desejo da CBF, que achou errada a advertência ao zagueiro brasileiro

A Fifa confirma que a CBF entrou com um pedido formal junto à entidade para reverter o cartão amarelo dado a Thiago Silva na partida contra a Colômbia. A punição, considerada injusta pela comissão técnica do Brasil, tirou o capitão da semifinal contra a Alemanha, nesta terça-feira, em Belo Horizonte. Pelas regras da Copa do Mundo, todos os cartões são anulados depois dos jogos das quartas de final desde que o atleta pendurado não receba nova advertência, como ocorreu com o zagueiro brasileiro.

"Recebemos o pedido e vamos avaliar a partir de agora", declarou Delia Fischer, porta-voz da Fifa. Segundo ela, o Comitê de Disciplina examina a situação, mesmo que com ceticismo, já que o artigo 37 do Código de Disciplina da Fifa impede que uma seleção faça um recurso contra cartões amarelos. Não existe prazo para uma resposta.

Árbitro espanhol Carlos Velasco mostra cartão amarelo para Thiago Silva
Árbitro espanhol Carlos Velasco mostra cartão amarelo para Thiago Silva

A CBF pediu à comissão de arbitragem da Fifa para que pelo menos seus delegados analisem com carinho as imagens da jogada em que Thiago Silva foi punido. Ocorreu no segundo tempo, quando o Brasil atacava a Colômbia em jogada de bola parada, que acabou nas mãos do goleiro Ospina. O colombiano não viu que o capitão brasileiro estava atrás dele na hora de repor a bola em jogo. Ao fazer o movimento do chute, deixou a bola no ar. Foi nesse instante que Thiago tomou-lhe a frente. Ospina ainda chutou o defensor brasileiro na continuação do movimento. A bola sobrou limpa para o zagueiro chutá-la para o gol.

Na visão do árbitro espanhol Carlos Velasco Carballo, o zagueiro cometeu infração e como impediu o que seria um "lançamento" do time adversário, recebeu o cartão amarelo. A cartilha de arbitragem da Fifa permite a contestação das seleções que se sintam prejudicadas por uma advertência de jogo, mas não há qualquer caso em Copas, de acordo com informações da CBF, em que a punição tenha sido modificada.

Na Uefa, o cancelamento de cartões amarelos já foi rejeitado pela entidade em outras ocasiões. Neste ano, o Real Madrid pediu o cancelamento do cartão de Xabi Alonso para a final na Liga dos Campeões. Mas a entidade rejeitou o pedido. Na Fifa, assessores legais também não são otimistas com a possibilidade de reverter o cartão de Thiago Silva. 

A Fifa também avalia o pedido para uma punição contra Camilo Zuñiga, o colombiano que acertou uma joelhada em Neymar. 

Copa 2014