Figo ameaça deixar a seleção

Irritado com as insinuações de que teria sido o culpado pela fraca campanha de Portugal na Copa do Mundo, o meia-ofensivo Luis Figo ameaçou deixar a seleção. "Se as pessoas acham que eu sou o culpado, não tem problema. Eu saio?, disse ele, em entrevista ao diário esportivo portugês A Bola. ?Essa não é minha intenção, mas se me consideram o responsável pelo fracasso, não me resta outra alternativa?, acrescentou ele, que foi considerado o melhor jogador do mundo, segundo avaliação da Fifa. Portugal foi para a Copa de 2002 como um dos favoritos ao título, mas não passou da primeira fase, mesmo integrando um grupo considerado fácil, que tinha Estados Unidos, Polônia e Coréia do Sul. Figo, de 30 anos, garante que sua geração não está acabada. Segundo ele, a principal missão dos jogadores portugueses a partir de agora é fazer um bom papel na Eurocopa 2004, que será realizada no país.

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 10h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.