AFP PHOTO / Paul ELLIS
AFP PHOTO / Paul ELLIS

Final da Copa da Inglaterra terá reforço na segurança após atentado

Arsenal e Chelsea se enfrentam no estádio de Wembley, em Londres, no sábado

Estadão Conteúdo

23 Maio 2017 | 13h54

A Polícia Metropolitana de Londres informou nesta terça-feira que vai reforçar a segurança para a final da Copa da Inglaterra, marcada para o estádio de Wembley, em Londres, no próximo sábado, entre Arsenal e Chelsea.

Em comunicado após o atentado que deixou 22 mortos durante um show em Manchester na última segunda-feira, a polícia disse que vai aumentar o número de homens armados para o evento esportivo, também com grande presença de crianças e adolescentes.

"Oficiais especialistas das equipes de planejamento e de segurança estão revendo em detalhes todas as estratégias já traçadas para os próximos eventos na capital londrina", comunicou o órgão de segurança, que também anunciou o reforço na segurança no estádio de Twickenham, onde será realizada no domingo uma partida de rúgbi da seleção da Inglaterra contra o Barbarians.

"Uma revisão completa sobre a segurança e as operações policiais na final em Wembley e em Twickenham está sendo feita e isso inclui o aumento no número de oficiais armados."

Mais cedo nesta terça-feira, a Uefa também emitiu comunicado sobre sua preocupação com a segurança. A entidade confirmou a realização da final da Liga Europa entre Ajax e Manchester United, quarta-feira, em Estocolmo, na Suécia, com segurança reforçada. Segundo a entidade, não há maiores preocupações em relação a um possível novo ataque.

"A Uefa tem trabalhado junto com autoridades locais e a Associação de Futebol da Suécia por muitos meses e o risco de terrorismo foi levado em conta desde o início do projeto", informou a entidade.

Mais conteúdo sobre:
futebol terrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.