Washington Alves/Cruzeiro
Washington Alves/Cruzeiro

Finalíssima do Mineiro terá a presença das duas torcidas no Independência

Cruzeiro terá direito a quase 10% da carga dos ingressos no Horto

Estadao Conteudo

02 Maio 2017 | 12h26

A polêmica envolvendo a presença da torcida do Cruzeiro na finalíssima do Campeonato Mineiro está resolvida. Nesta terça-feira, em reunião na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), foi liberada a presença dos torcedores do clube visitante no duelo com o Atlético-MG, domingo, no Independência.

O encontro envolveu dirigentes dos clubes e da FMF, além dos representantes da Polícia Militar e dos gestores do Independência. A torcida do Cruzeiro terá direito a quase 10% da carga dos ingressos no estádio, como vinha acontecendo nos clássicos anteriores.

No entanto, a polêmica sobre a presença dos cruzeirenses no jogo decisivo do Campeonato Mineiro surgiu após a PM declarar, na semana passada, que não liberaria a presença dos cruzeirenses no clássico, por causa de uma obra iniciada, e já paralisada, de ampliação do Independência.

Depois disso, o Cruzeiro entrou em contato com o Ministério Público estadual para conseguir a liberação da presença dos seus torcedores na decisão do Campeonato Mineiro. E mesmo antes da reunião desta terça-feira, a PM recuou da sua recomendação, o que acabou se confirmando no encontro.

A torcida do Cruzeiro terá direito a 1.871 dos 22.529 ingressos disponibilizados para a decisão com o Atlético, menos, portanto, do que 10% da carga total. Mas o número atende a questões de segurança e de capacidade do setor onde os visitantes ficam em partidas no Independência.

Agora, com esse impasse resolvido, os clubes se concentram em seus próximos compromissos - nesta quarta-feira, o Atlético visitará o Sport Boys pela Copa Libertadores, enquanto o Cruzeiro receberá a Chapecoense pela Copa do Brasil. No domingo, os times decidem o Mineiro, com o Atlético, que fez a melhor campanha da primeira fase, tendo a vantagem do empate após o 0 a 0 no jogo de ida.

Mais conteúdo sobre:
futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.