Bruno Domingos/Divulgação
Bruno Domingos/Divulgação

Firmino treina entre titulares e pode ser novidade contra França

Meia do Hoffenheim atuou no ataque ao lado de Neymar

O Estado de S. Paulo

24 Março 2015 | 13h56

Nesta terça-feira, no estádio Sebastién Charléty, em Paris, a seleção brasileira foi dividida pela primeira vez entre titulares e reservas visando o amistoso contra a França, nesta quinta-feira, no Stade de France. A principal novidade foi Roberto Firmino, que treinou entre os onze no lugar de Diego Tardelli. Luiz Adriano foi preterido.

Dunga vem optando por escalar uma equipe sem um centroavante fixo, mas com velocidade e mobilidade. Luiz Adriano iniciou os dois últimos amistosos como titular, mas não atuou os 90 minutos. Roberto Firmino, entrando no segundo tempo, mostrou serviço, inclusive anotando um golaço que deu a vitória ao Brasil contra a Áustria, em novembro de 2014.

O treinador dividiu o treinamento desta terça-feira em duas etapas. A primeira visava entrosar a linha defensiva da equipe, com movimentos coordenados de aproximação e recuo entre zagueiros e laterais, tentando fortalecer ainda mais o sistema defensivo de Dunga, que sofreu apenas um gol em seis jogos. Na segunda parte da atividade, os jogadores foram divididos entre titulares e reservas em campo reduzido. Nesta quinta, o Brasil deve entrar em campo com Jefferson, Danilo, Thiago Silva, Miranda e Filipe Luís; Luiz Gustavo, Fernandinho, William e Oscar; Firmino e Neymar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.