Flamengo enfrenta Católica no Maracanã por vaga antecipada na Copa Libertadores

Rubro-negro precisa de vitória e tropeço do San Lorenzo para garantir classificação

Estadao Conteudo

03 Maio 2017 | 07h46

O Flamengo poderá garantir a classificação para a próxima fase (oitavas de final) da Copa Libertadores com uma rodada de antecedência. Para tanto, precisa vencer a Universidad Católica, do Chile, nesta quarta-feira, às 21h45, no estádio do Maracanã, no Rio, e aguardar por um tropeço do San Lorenzo, da Argentina, na partida contra o Atlético Paranaense, em Curitiba, no mesmo dia.

Desgastado por ter de disputar uma decisão de campeonato estadual contra o rival Fluminense - a equipe obteve uma vitória a primeira partida por 1 a 0, no último domingo -, o time rubro-negro precisa recuperar atletas que sentem lesões ou desgaste pela maratona de partidas. Há risco de desfalques para o duelo pela competição internacional.

O volante Rômulo, que sentiu dores no joelho direito durante o Fla-Flu do domingo passado, não deverá atuar, apesar de ter dito em entrevista após o jogo que estaria em campo. O peruano Guerrero, com cãibras, foi sacado do clássico, mas não deverá ser problema para o técnico Zé Ricardo. O lateral-direito uruguaio Donatti, com uma lesão muscular, está afastado do time há alguns dias e não deverá voltar na partida contra os chilenos.

O elenco flamenguista treinou nesta terça-feira no CT George Helal, o Ninho do Urubu, no bairro de Vargem Grande, na zona oeste do Rio. Guerrero fez exercícios na academia, enquanto o grupo ouvia orientações do treinador e participava de atividades técnicas e táticas.

O lateral-direito Pará, em entrevista coletiva após o treino, reforçou o caráter decisivo da partida para o grupo. "Amanhã (quarta-feira) é uma verdadeira final, estamos tratando assim porque podemos sacramentar nossa classificação. Tenho certeza que vamos dar a vida, diante de 60, 70 mil pessoas, para podermos comemorar a classificação", afirmou.

O grupo de jogadores da Universidad Católica também treinou no Ninho do Urubu nesta terça-feira. A atividade foi fechada para a imprensa, mas os jornalistas foram liberados para fazer imagens após o término das orientações do treinador Mario Salas para o time. Descontraídos, os atletas brincaram de acertar o ângulo de uma das traves e, depois, fizeram alongamento antes de deixar o gramado do CT rubro-negro.

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo Libertadores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.