Flamengo joga contra San Lorenzo por liderança e permanência na Libertadores

Rubro-negro só será eliminado caso perca o jogo e o Atlético-PR vença a Universidad Católica no Chile

Marcio Dolzan, Estadão Conteúdo

17 Maio 2017 | 07h26

O Flamengo joga sua permanência na Copa Libertadores da América nesta quarta-feira naquele que promete ser seu jogo mais difícil até o momento na competição. O time encara o San Lorenzo na Argentina, a partir das 21h45 (de Brasília), e precisa de pelo menos um empate para se garantir nas oitavas de final.

O time rubro-negro teve sua melhor partida na Libertadores justamente contra os argentinos, mas muita coisa mudou desde aquele jogo no Maracanã, vencido pelos rubro-negros por 4 a 0. Além de o Flamengo perder o meia Diego, lesionado, a equipe do técnico Diego Aguirre cresceu na competição. O time argentino fez sete pontos nos últimos três jogos, e se vencer nesta quarta pode até mesmo terminar a fase como líder do grupo.

O técnico do Flamengo prevê dificuldades. "Vamos encontrar um time diferente do que enfrentamos no Maracanã", considerou Zé Ricardo, que prometeu buscar a vitória. "Precisamos de pelo menos um ponto para sairmos classificados, mas não jogaremos pelo empate. Eles mostraram ser uma equipe muito forte. Teremos uma batalha em Buenos Aires."

Do time que empatou com o Atlético Mineiro na estreia do Brasileirão, por 1 a 1, no último sábado, no Maracanã, uma alteração é certa: Rodinei vai para a lateral direita no lugar de Pará, suspenso. No meio de campo, Gabriel e Matheus Sávio brigam por posição. O restante do time deverá ser o mesmo.

O San Lorenzo, por sua vez, quer manter o embalo. Além de estar invicto há três jogos na Libertadores, o time vem de três vitórias seguidas no Campeonato Argentino, competição em que ocupa a vice-liderança. No sábado, venceu o Huracán fora de casa, resultado que elevou o moral do time.

"Foi uma alegria por tudo, por vencer o clássico, por seguir brigando pelo campeonato, por continuar vencendo e, claro, por chegar bem para a partida de quarta-feira (com o Flamengo)", disse o zagueiro Angeleri. "É uma prioridade seguir em frente na Libertadores."

Caso o San Lorenzo vença nesta quarta, o time flamenguista terá de torcer para que o Atlético Paranaense, que também tem os mesmos sete pontos dos argentinos, no máximo empate com a Universidad Católica em jogo que também começa às 21h45 (de Brasília) desta quarta, no Chile.

Mais conteúdo sobre:
futebol Libertadores Flamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.