Fabio Motta / Estadão
Fabio Motta / Estadão

Flamengo vai doar 70 mil cestas básicas para a prefeitura do Rio

Presidente Eduardo Bandeira de Mello divulgou ação

Estadão Conteúdo

12 Maio 2017 | 14h06

Na mesma cerimônia em que foi feita a assinatura do protocolo de intenções para a reforma do estádio da Gávea, na manhã desta sexta-feira, no Rio, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, informou que o clube vai doar 70 mil cestas básicas para a prefeitura.

A intenção do clube, de acordo com o presidente, é contribuir para a reabertura dos restaurantes populares do município. Segundo o prefeito Marcelo Crivella, presente no evento, as doações vão ser fundamentais para garantir o funcionamento das unidades. "A crise do nosso Estado fez com que muitos restaurantes fossem fechados, e muitas pessoas dependiam deles", disse o prefeito. A previsão é a de que os primeiros restaurantes populares sejam reabertos ao público no mês que vem.

Crivella chamou a estreia do Flamengo no Brasileirão, neste sábado contra o Atlético-MG, no Maracanã, de "Jogo da Solidariedade", porque parte da arrecadação do jogo será revertida para a doação de alimentos. De acordo com Bandeira de Mello, mesmo com os ingressos a preços populares, o clube se compromete com a doação à prefeitura.

"Independentemente do público e da renda, o Flamengo se compromete a doar 350 toneladas, são 70 mil cestas básicas, para a prefeitura. Tenho certeza de que a torcida do Flamengo vai abraçar a causa e ajudar a abastecer 350 toneladas de alimentos para os restaurantes populares", disse o presidente do clube.

Mais conteúdo sobre:
Flamengo Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.