Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Flávio Adauto quer diretor adjunto para ajudá-lo no Corinthians

Novo dirigente será apresentado após o treinamento de sexta-feira

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

26 Outubro 2016 | 20h11

O Corinthians oficializou nesta quarta-feira a volta de Flávio Adauto. Dirigente nos tempos em que Alberto Dualib e a MSI mandavam no clube, ele chega para ser o novo diretor de futebol e tentar apaziguar os ânimos entre membros da diretoria e conselheiros. Uma de suas primeiras missões é contratar um diretor adjunto.

Flávio será apresentado nesta sexta-feira, após o treinamento que será realizado a partir das 9h30. O novo diretor de futebol espera já anunciar quem será seu auxiliar. No momento, o clube conta apenas com Alessandro Nunes como gerente de futebol e o presidente Roberto de Andrade entende ser necessário mais um reforço no futebol.

Nesta quarta-feira, pouco antes de ser anunciado pelo clube, Flávio teve uma reunião com Alessandro, Roberto de Andrade e com o técnico Oswaldo de Oliveira, para entender melhor a situação que vive o Corinthians. Ele não receberá pela atividade no clube.

O jornalista tem 68 anos, foi vice-presidente de comunicação e também comandou o futebol em parte da administração de Alberto Dualib. Conselheiro vitalício do clube, ele deixou os cargos em 2007, após divergência com outros dirigentes.

Além de um auxiliar, Flávio também terá que correr atrás de reforços. O clube pretende contratar, pelo menos, quatro reforços. Um deles passou por exames médicos nesta quarta-feira e pode ser confirmado até o fim da semana. Trata-se do atacante Jô, que assinará contrato válido por três temporadas. O atacante Luidy, do CRB, já está certo para o ano que vem. O clube ainda deve ir atrás de um zagueiro, um volante e um meia.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.