Bruno Cantini/ Atlético
Bruno Cantini/ Atlético

'Foi frustrante e decepcionante', diz Roger sobre empate do Atlético-MG

Time mineiro ainda não venceu no Campeonato Brasileiro

Estadão Conteúdo

28 Maio 2017 | 14h42

As vaias da torcida ao final do empate do Atlético-MG com a Ponte Preta, por 2 a 2, no estádio Independência, na manhã deste domingo, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro, certamente foram vistas como justas pelo técnico Roger Machado. Este é o terceiro jogo seguido em que o time sofre um "apagão, o que levou o comandante a definir a partida com a seguinte frase: "O resultado foi frustrante e decepcionante".

Roger lembrou que mais uma vez o time pagou o preço por causa de "cinco minutos de desatenção", como já tinha acontecido na derrota para o Fluminense, por 2 a 1, no domingo passado, em casa, e diante do Paraná, por 3 a 2, em Curitiba (PR), pela Copa do Brasil, na última quarta-feira, pelas oitavas de final. A Ponte Preta virou o jogo em dois minutos, aos dois e aos quatro minutos do segundo tempo, com gols de Lucca.

Segundo o técnico, este tipo de vacilo dificulta a vida do time atleticano, que passa a ser obrigado a ser ofensivo e abre espaços para os contra-ataques do adversário. "Nós terminamos com quatro atacantes porque fomos obrigados a buscar o empate. Infelizmente não deu tempo para tentar a vitória", afirmou.

Visivelmente incomodado por novo tropeço em casa, Roger Machado garante que já sabe o motivo para tantos apagões em sequência. "Todos precisam marcar, inclusive os atacantes, para eu não ser obrigado a empilhar volantes ou ficar fechado lá atrás. Time que quer ser campeão tem que ser forte defensivamente", resumiu.

Roger Machado também não culpou o desgaste provocado pelo jogos seguidos para as falhas do time, lembrando que tudo está bem controlado na parte física. "Nós precisamos é marcar forte e não abdicar de jogar. Temos de fazer o resultado e ter força para mantê-lo. Só desta forma não seremos obrigados a abrir para buscar os resultados", concluiu.

No meio de semana, pela primeira vez em 28 jogos desta temporada, o Atlético sofreu três gols, diante do Paraná. Agora vai ter a chance de dar o troco em casa, na quarta-feira, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.