Reuters/Vicent West
Reuters/Vicent West

Fora do Athletic Bilbao, Valverde nega ter acordo com o Barcelona

Treinador é o principal nome para assumir o lugar de Luis Enrique

Estadão Conteúdo

24 Maio 2017 | 13h38

O mistério sobre o futuro treinador do Barcelona segue sem uma solução clara. Fora do Athletic de Bilbao, o técnico Ernesto Valverde evitou falar sobre uma possível ida para o time catalão, dizendo que ele não entrou em negociações com qualquer clube.

Valverde não confirmou as informações de que ele já chegou a um acordo para o treinar o Barcelona na próxima temporada, e não descartou a possibilidade de ter um ano de descanso após comandar o time de Bilbao em quatro seguidos.

"Eu não me comprometi com qualquer clube, eu não falei com qualquer um", disse Valverde. "Eu tenho um empresário e há equipes que demonstraram interesse em mim. Agora eu tenho que decidir se vou assumir uma nova aventura, e teria que ser uma desafiante".

Valverde, de 53 anos, vem sendo amplamente apontado como substituto de Luis Enrique, que anunciou no início de 2017 que não permaneceria no time. O clube catalão termina sua temporada no próximo sábado com a final da Copa do Rei contra o Alavés.

O jornal esportivo Mundo Deportivo publicou nesta semana que Valverde já acertou um contrato de dois anos com o Barcelona, com uma opção para uma terceira temporada. O diário também informou que o anúncio seria feito na próxima semana. "Não sei o que foi publicado", disse Valverde. "Eu nunca falei sobre negociações com os clubes e isso não vai mudar. Esta não seria a primeira vez que tenho ofertas de clubes importantes".

Um ex-atacante, Valverde jogou duas temporadas pelo Barcelona no final da década de 1980. Ele disse que ainda havia a possibilidade de tirar algum tempo para descansar e não assumir imediatamente outro clube. "Por que não?", disse. "No final eu posso fazer o que quiser, não?".

Valverde não escondeu que torce para o Barcelona vencer a Copa do Rei, o que garantiria ao Athletic uma vaga na Liga Europa da próxima temporada. O time de Bilbao terminou em sétimo lugar no Campeonato Espanhol, a um da zona de classificação ao torneio continental, mas herdaria a vaga destinada ao campeão do torneio mata-mata, pois o Barça já se garantiu na Liga dos Campeões.

Valverde levou o Athletic ao título, diante do Barcelona, na Supercopa da Espanha em 2015, no primeiro título do clube em mais de três décadas. Ele também treinou o time de 2003 a 2005. Além disso, teve passagens por Espanyol, Olympiakos, Villarreal e Valencia.

Mais conteúdo sobre:
futebol Barcelona

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.