1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Fratura de Neymar deixa Felipão revoltado

Almir Leite - Enviado especial a Fortaleza - O Estado de S. Paulo

05 Julho 2014 | 05h 00

Treinador perde Neymar e o capitão Thiago Silva, duas das principais peças da seleção, para encarar a Alemanha

Luiz Felipe Scolari ficou revoltado ao saber da fratura de Neymar, consequência do lance em que foi atingido pelo colombiano Zuñiga. Ele lembrou que vem alertando a Fifa sobre a perseguição dos adversários a Neymar e que nenhum providência foi tomada. Definiu a situação como vergonhosa. O restante da comissão técnica da seleção brasileira ficou igualmente revoltado.

Na entrevista coletiva concedida depois da partida, ainda antes de saber da gravidade da contusão do atacante, Felipão já demonstrava seu inconformismo. "Todo mundo sabe que o Neymar vai ser caçado em campo. Estou alertando sobre isso há três jogos e ninguém toma providências. Hoje, o Thiago Silva foi advertido por passar na frente do goleiro e na jogada em que o Neymar foi atingido nem cartão teve", reclamou.

Desde a estreia da seleção brasileira, contra a Croácia, quando o pênalti marcado em Fred foi motivo de reclamações de técnicos estrangeiros e da imprensa internacional, Felipão vem reclamando da postura da Fifa em relação às situações em que, entende, os anfitriões da Copa são prejudicados. E, nos últimos jogos, vinha reclamando bastante da "caça a Neymar", com a conivência dos árbitros.

Nilton Fukuda/Estadão
Neymar encerra sua participação na Copa com 4 gols

Ontem, Felipão voltou a dizer que ninguém na comissão técnica quer que ajudem o Brasil. Mas entendem ser absurda a má vontade com que a seleção está sendo tratada e consideram que a contusão de Neymar é consequência disso.

Alemanha na rota. Para o jogo de terça-feira contra a Alemanha, além de Neymar, ele terá de definir o substituto de Thiago Silva, que recebeu ontem o segundo cartão amarelo e terá de cumprir suspensão. O treinador admite que os dois jogadores farão falta, mas acredita poder encontrar bons substitutos. "Temos outros bons jogadores", disse o técnico, que não se surpreendeu com o adversário da semifinal. "Está dentro do previsto, a Alemanha estava no nosso caminho no planejamento que fizemos."

Na zaga, Felipão decide nos próximos dias, entre Henrique e Dante, quem será o companheiro de David Luiz no confronto semifinal com os alemães. Henrique jogou alguns minutos ontem, mas isso não representa que esteja na frente. Mesmo porque Dante joga no futebol alemão e conhece bem os adversários. Willian e Bernard disputam a vaga de Neymar.

Além disso, se algum outro jogador se mostrar muito desgastado, pode ser substituído. "Vou estudar, depende da recuperação dos jogadores, do ambiente desses próximos dias. Tivemos duas decisões difíceis", afirmou, referindo-se também ao jogo com o Chile, nas oitavas.

Ele elogiou o rendimento de Fernandinho e Paulinho ontem: "Foi bonito ver eles jogando, trocando de posição, principalmente no primeiro tempo". Mas a tendência é que tire um dos dois da equipe para a volta de Luiz Gustavo. Paulinho é o mais cotado para sair.

Copa 2014