1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Fred perde pênalti e Botafogo supera rival Fluminense em Brasília

RONALD LINCOLN JR. - O Estado de S. Paulo

17 Agosto 2014 | 21h 01

No Mané Garrincha, time alvinegro faz grande partida, vence com gols de Daniel e Zeballos no clássico e sai zona de rebaixamento

Em uma de suas melhores partidas no Campeonato Brasileiro, o Botafogo venceu o clássico contra o Fluminense por 2 a 0 neste domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e agravou o mau momento do rival. Para piorar a situação, Fred desperdiçou um pênalti isolando a bola. Com a vitória, o time alvinegro saiu da zona de rebaixamento, foi para o 12º lugar, com 16 pontos, e ganhou novo fôlego no torneio.

Apesar de se manter no quarto lugar, com 26 pontos, a equipe tricolor não conseguiu a esperada reação após ser eliminado da Copa do Brasil no meio da semana, quando sofreu uma goleada para o América-RN pelo inesperado placar de 5 a 2. Na última rodada do Brasileirão, o time já havia empatado em casa com o lanterna Coritiba.

Photocamera
Fluminense perde clássico e chega ao segundo jogo sem vitória, mas mantém 4º lugar

Os times começaram se estudando e mostrando excessiva cautela. No decorrer da partida, o Botafogo passou a tomar mais iniciativa, principalmente pelos pés de Daniel, que era bastante acionado. O jovem meia usava sua velocidade para se infiltrar na defesa tricolor e levava perigo.

O Fluminense não conseguia criar as jogadas mesmo com a marcação afrouxada do rival. A equipe do técnico Cristóvão Borges rifava as bolas e errava muitos passes. O atacante Fred, isolado na frente, era quem mais sofria com a falta de criatividade de seus companheiros.

A equipe alvinegra voltou do intervalo colocando pressão. Em duas oportunidades, Gabriel quase abriu o placar. Na primeira, logo nos segundos iniciais, o meia bateu rasteiro e Diego Cavalieri tirou com a ponta dos dedos. Em seguida, o botafoguense entrou na área livre, mas chutou fraco, facilitando o trabalho do goleiro.

Para deixar o time mais ofensivo, Cristóvão Borges colocou Walter no lugar de Cícero. A alteração deixou o meio-campo tricolor vulnerável e custou caro. Em três minutos o Botafogo praticamente matou o jogo. Daniel, que destoava na partida, recebeu a bola na área, driblou um marcador e bateu no ângulo para fazer um lindo gol. Logo depois, a bola foi lançada a Zeballos, que desviou para fazer o segundo.

No fim, o Fluminense também criou boas oportunidades, mas, definitivamente, não estava em um bom dia. Conca e Walter tiveram duas chances claras de gol e chutaram para fora. Para finalizar, aos 42 minutos, Fred ainda desperdiçou um pênalti isolando a bola pela linha de fundo.

Na próxima rodada, o Fluminense tentará se reabilitar no campeonato jogando contra a Chapecoense, quarta-feira, na Arena Condá. No mesmo dia, o Botafogo vai visitar o Figueirense, em Florianópolis.

FICHA TÉCNICA:

BOTAFOGO 0 x 2 FLUMINENSE

BOTAFOGO - Jefferson, Edilson, Bolivar, André Bahia e Junior Cesar (Julio Cesar); Airton, Gabriel, Ramirez e Daniel (Rogério); Zeballos e Ferreyra (Bolatti). Técnico: Vagner Mancini.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno (Diguinho), Henrique, Elivelton e Carlinhos; Valencia, Jean, Cícero (Walter) e Conca; Rafael Sobis e Fred. Técnico: Cristóvão Borges.

GOLS - Daniel, aos 19, e Zeballos, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Aírton, Gabriel, Julio Cesar, Gabriel (Botafogo); Valencia, Bruno (Fluminense).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido de Souza (SP).

RENDA - R$ 2.252.700,00.

PÚBLICO - 29.185 pagantes.

LOCAL - Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).