Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians - 9/5/2017
Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians - 9/5/2017

Gabriel acredita em final feliz na 'novela Pablo' no Corinthians

Emprestado até dezembro pelo Bordeaux, da França, zagueiro negocia permanência

Nathalia Garcia, O Estado de S. Paulo

13 Maio 2017 | 12h01

Em boa fase depois da conquista do título paulista, os jogadores do Corinthians já despertam interesse no mercado da bola. O trabalho da diretoria nos próximos meses é evitar um desmanche e manter os titulares da equipe de Fábio Carille, e a permanência do zagueiro Pablo é uma das prioridades dos dirigentes.

O volante Gabriel, companheiro do defensor na concentração, confia em um desfecho positivo na negociação. "Pablo quer ficar, é um grande jogador. Dentro e fora de campo, ele se dá bem com todo mundo. Nós temos uma relação muito boa. Espero que ele fique, é o desejo de todos, da diretoria, do próprio jogador, nosso também. Essa novela tende a ter um final feliz", disse.

Emprestado pelo Bordeaux, da França, até dezembro, Pablo foi procurado pelo Corinthians na sexta-feira para conversar sobre a sua permancência. Até então, o zagueiro estava incomodado com a postura do time alvinegro, que havia iniciado a tratativa apenas com o clube francês.

O contrato do jogador tem uma cláusula que obriga o Corinthians a exercer o direito de compra - no valor de € 3 milhões (quase R$ 10 milhões) - até julho. Em crise financeira e sem dinheiro para fazer grandes investimentos, a diretoria alvinegra busca alternativas para conseguir segurar o defensor.

Uma das possibilidade é o clube acertar a venda de 25% dos direitos do zagueiro Felipe ao Porto, de Portugal, outra opção de tornar o negócio viável é envolver os 15% que o time ainda detém do atacante Malcom, que também pertence ao francês Bordeaux.

Um dos pilares do sistema defensivo do time de Fábio Carille, Pablo teve um ótimo rendimento no início da temporada e foi eleito para integrar a seleção do Campeonato Paulista. O zagueiro soma 24 partidas com a camisa do Corinthians e marcou dois gols. Revelado pelo Ceará, o defensor de 25 anos atuou por clubes como Grêmio, Avaí e Ponte Preta antes de chegar ao Bordeaux.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.