1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Garotos têm oportunidade de fazer história no Pacaembu

DANIEL BATISTA E SANCHES FILHO - Agência Estado

24 Março 2013 | 07h 32

Palmeiras e Santos se enfrentam pelo campeonato estadual com destaque para os jovens atacantes Leandro e Giva

SÃO PAULO - Um clássico onde tantos craques do futebol brasileiro - como Pelé e Ademir da Guia, só para lembrar dois - já brilharam e protagonizaram jogos memoráveis, pode ter novos talentos deixando sua marca neste domingo, às 16 horas, no estádio do Pacaembu, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Leandro, Caio, Alan Santos e Giva são alguns dos candidatos a protagonistas de um Palmeiras x Santos que tem como destaque a ausência de estrelas e garotos sedentos por virar manchete.

No total, 12 jogadores estão fora, incluindo os destaques de cada time. Valdivia, Henrique, Kleber, Vilson, Souza e Maikon Leite (todos machucados) pelo Palmeiras, enquanto que Neymar, Montillo (ambos na seleção nacional), Marcos Assunção (machucado), Felipe Anderson e Patito Rodriguez (suspensos) e Miralles (fora de forma) desfalcam o rival alvinegro.

Olhando a lista de cada time, o Palmeiras parece levar uma leve vantagem, mas o técnico Gilson Kleina descarta o favoritismo, justamente por preocupação com a garotada santista. "Não dá para falar que será um jogo fácil. Os meninos que vão ser escalados estarão com fome e vão querer aproveitar a chance", avisou o palmeirense.

Mas a ausência de um jogador é comemorada pelos palmeirenses: Neymar. "O Santos tem um time de qualidade, mas é muito bom saber que o Neymar não vai jogar. É um problema a menos", comemorou o atacante Leandro, principal esperança de gols do time alviverde.

Já Muricy Ramalho acredita que o clássico será bom para testar a força e a personalidade dos meninos para saber com quem pode contar ao longo da temporada. "Perdi muitos jogadores e isso me dá possibilidade de testar a força do elenco. Os meninos estão aí esperando a chance. São jogadores de qualidade e vem mais gente nova aí", avisou o treinador, que chegou a balançar no cargo, dentre outros motivos, justamente por não dar oportunidade aos atletas da base.

Outro ponto em comum entre os clubes é que ambos ainda não perderam clássicos na temporada. O Palmeiras empatou com Corinthians (2 a 2) e São Paulo (0 a 0). O Santos venceu o São Paulo (3 a 1) e empatou com o Corinthians (0 a 0).

Gilson Kleina não fez mistério e já na última sexta-feira divulgou o time. Muricy Ramalho adotou a velha tática de esconder o jogo, mas é fato que a disputa estará entre garotos. Uma vaga está aberta e pode ser ocupada pelo volante Alan Santos, caso opte por uma formação mais defensiva, ou pelo atacante Neilton que ao lado de Giva aparecem como as novas promessas da base.

Você já leu 5 textos neste mês

Continue Lendo

Cadastre-se agora ou faça seu login

É rápido e grátis

Faça o login se você já é cadastro ou assinante

Ou faça o login com o gmail

Login com Google

Sou assinante - Acesso

Para assinar, utilize o seu login e senha de assinante

Já sou cadastrado

Para acessar, utilize o seu login e senha

Utilize os mesmos login e senha já cadastrados anteriormente no Estadão

Quero criar meu login

Acesso fácil e rápido

Se você é assinante do Jornal impresso, preencha os dados abaixo e cadastre-se para criar seu login e senha

Esqueci minha senha

Acesso fácil e rápido

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Cadastre-se já e tenha acesso total ao conteúdo do site do Estadão. Seus dados serão guardados com total segurança e sigilo

Cadastro realizado

Obrigado, você optou por aproveitar todo o nosso conteúdo

Em instantes, você receberá uma mensagem no e-mail. Clique no link fornecido e crie sua senha

Importante!

Caso você não receba o e-mail, verifique se o filtro anti-spam do seu e-mail esta ativado

Quero me cadastrar

Acesso fácil e rápido

Estamos atualizando nosso cadastro, por favor confirme os dados abaixo