1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Garotos têm oportunidade de fazer história no Pacaembu

DANIEL BATISTA E SANCHES FILHO - Agência Estado

24 Março 2013 | 07h 32

Palmeiras e Santos se enfrentam pelo campeonato estadual com destaque para os jovens atacantes Leandro e Giva

SÃO PAULO - Um clássico onde tantos craques do futebol brasileiro - como Pelé e Ademir da Guia, só para lembrar dois - já brilharam e protagonizaram jogos memoráveis, pode ter novos talentos deixando sua marca neste domingo, às 16 horas, no estádio do Pacaembu, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Leandro, Caio, Alan Santos e Giva são alguns dos candidatos a protagonistas de um Palmeiras x Santos que tem como destaque a ausência de estrelas e garotos sedentos por virar manchete.

No total, 12 jogadores estão fora, incluindo os destaques de cada time. Valdivia, Henrique, Kleber, Vilson, Souza e Maikon Leite (todos machucados) pelo Palmeiras, enquanto que Neymar, Montillo (ambos na seleção nacional), Marcos Assunção (machucado), Felipe Anderson e Patito Rodriguez (suspensos) e Miralles (fora de forma) desfalcam o rival alvinegro.

Olhando a lista de cada time, o Palmeiras parece levar uma leve vantagem, mas o técnico Gilson Kleina descarta o favoritismo, justamente por preocupação com a garotada santista. "Não dá para falar que será um jogo fácil. Os meninos que vão ser escalados estarão com fome e vão querer aproveitar a chance", avisou o palmeirense.

Mas a ausência de um jogador é comemorada pelos palmeirenses: Neymar. "O Santos tem um time de qualidade, mas é muito bom saber que o Neymar não vai jogar. É um problema a menos", comemorou o atacante Leandro, principal esperança de gols do time alviverde.

Já Muricy Ramalho acredita que o clássico será bom para testar a força e a personalidade dos meninos para saber com quem pode contar ao longo da temporada. "Perdi muitos jogadores e isso me dá possibilidade de testar a força do elenco. Os meninos estão aí esperando a chance. São jogadores de qualidade e vem mais gente nova aí", avisou o treinador, que chegou a balançar no cargo, dentre outros motivos, justamente por não dar oportunidade aos atletas da base.

Outro ponto em comum entre os clubes é que ambos ainda não perderam clássicos na temporada. O Palmeiras empatou com Corinthians (2 a 2) e São Paulo (0 a 0). O Santos venceu o São Paulo (3 a 1) e empatou com o Corinthians (0 a 0).

Gilson Kleina não fez mistério e já na última sexta-feira divulgou o time. Muricy Ramalho adotou a velha tática de esconder o jogo, mas é fato que a disputa estará entre garotos. Uma vaga está aberta e pode ser ocupada pelo volante Alan Santos, caso opte por uma formação mais defensiva, ou pelo atacante Neilton que ao lado de Giva aparecem como as novas promessas da base.