Geromel reconhece 'infelicidade' do Grêmio em jogos recentes

'Tentamos muito ser campeões gaúchos, mas não conseguimos', afirma

Estadao Conteudo

08 Maio 2017 | 20h10

O zagueiro Pedro Geromel reconheceu que o Grêmio foi infeliz em compromissos recentes nesta temporada, tanto que tropeçou nos últimos dois jogos, o que provocou a eliminação nas semifinais do Campeonato Gaúcho - perdeu nos pênaltis para o Novo Hamburgo após empate - e o primeiro revés na Copa Libertadores - caiu por 2 a 1 para o Deportes Iquique, no Chile. Porém, ele enfatizou que o time é o líder do Grupo 8 do torneio continental com dez pontos, junto com o Guaraní do Paraguai - e preferiu focar nos próximos desafios na temporada.

"Fomos infelizes nos últimos dois jogos, é verdade (Novo Hamburgo e Deportes Iquique), tentamos muito ser campeões gaúchos, mas não conseguimos. A gente é primeiro do grupo na Libertadores. Então, não acho que estamos num mau momento. Melhorar contra o Zamora (no próximo jogo pela Libertadores). A gente tem grandes chances de se classificar em primeiro do grupo, que era o nosso objetivo", ponderou Geromel em entrevista coletiva nesta segunda-feira.

Pensando nos futuros compromissos, o zagueiro elegeu a força do Grêmio como mandante em Porto Alegre como uma das armas do time para brigar pelo título do Campeonato Brasileiro - a equipe estreia no próximo domingo, às 19 horas, diante do Botafogo, na Arena Grêmio -, mas foi cauteloso quando questionado sobre um eventual favoritismo na competição. O jogador ressaltou o grau de dificuldade do torneio nacional.

"É muito cedo para falar em título, o Campeonato Brasileiro é muito competitivo e muito comprido. A gente vai jogar em casa o primeiro jogo contra o Botafogo e, jogando em casa, a gente é sempre favorito, independentemente do adversário. Temos nesses últimos anos figurado sempre na parte de cima da tabela e quase sempre com a melhor campanha dentro de casa. Sabemos da força da nossa equipe jogando aqui na Arena", analisou o zagueiro.

O elenco gremista retomou a preparação para o Brasileirão nesta segunda-feira, no CT Luiz Carvalho, em Porto Alegre, após folga de dois dias. O lateral Edílson e o volante Maicon, que se recuperam de lesão, não participaram das atividades. Fora do campo, os atacantes Beto da Silva e Lucas Barrios correram ao redor do gramado.

A partir desta terça-feira, o grupo gaúcho deverá trabalhar em dois períodos - manhã e tarde - para aprimorar aspectos técnicos e táticos, além do condicionamento físico dos jogadores para a disputa de competições simultâneas ao logo do ano (Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores).

Mais conteúdo sobre:
Futebol Grêmio futebol Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.