Godín é suspenso por 3 jogos e perde reta final do Espanhol no Atlético de Madrid

Uruguaio é punido por protestar contra marcação da arbitragem

O Estado de S.Paulo

10 Maio 2017 | 15h18

O zagueiro Diego Godín, do Atlético de Madrid, foi suspenso pela Real Federação Espanhola de Futebol por três jogos devido à expulsão na partida contra o Eibar, no sábado passado, válida pela 36ª do Campeonato Espanhol e vencida pelo seu time por 1 a 0.

Godín foi advertido com dois cartões amarelos na partida, realizada no Vicente Calderón, nos minutos finais da partida, quando a sua equipe já vencia o duelo. O uruguaio foi punido por protestar contra uma marcação da arbitragem. O atleta também teria dito ao assistente que ele deveria "usar óculos". A ofensa foi reportada pelo árbitro David Fernandez na súmula.

O jogador do Atlético de Madrid recebeu a suspensão automática pelo cartão e outros dois jogos - determinados pelo Comitê de Competição da entidade - por infringir o artigo 117 do Código de Disciplina da Federação Espanhola de Futebol.

Desta forma, Godin não poderá enfrentar o Betis e o Athletic Bilbao, nas duas últimas rodadas do Campeonato Espanhol, além de ficar de fora da primeira rodada da competição na próxima temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.