Governo tira de Eto'o a condição de capitão de Camarões

Boatos de que jogador está se despedindo da seleção ficam mais fortes. Decisão foi tomada pelo Ministro do Esporte no país

Estadão Conteúdo

26 Agosto 2014 | 13h13

Maior astro da seleção de Camarões, o atacante Samuel Eto'o foi retirado do posto de capitão da equipe nacional e permanentemente substituído pelo meio-campista Stephane Mbia na função. Por meio de comunicado publicado em seu site oficial nesta terça-feira, a Federação Camaronense de Futebol informou que a decisão pela mudança foi tomada pelo ministro do Esporte do país.

Antes de perder a faixa de capitão por intermédio de uma decisão tomada pelo governo de Camaraões, Eto'o já havia ficado fora da primeira lista de convocados anunciada pelo técnico Volker Finke para o início das Eliminatórias da Copa Africana de Nações, que começarão no próximo mês. A ausência nesta lista, no caso, foi um sinal de que o jogador de 33 anos irá encerrar a sua carreira na equipe nacional.

Presente na Copa do Mundo de 2014, Camarões perdeu os três jogos que disputou na competição realizada no Brasil. Primeiro caiu por 1 a 0 diante do México e depois foi goleado por 4 a 0 pela Croácia e por 4 a 1 pela seleção brasileira.

Com jogadores brigando por premiações às vésperas do início da competição, o que motivou ameaça de greve, o time ainda enfrentou problemas de relacionamento, com direito a troca de agressões entre Assou-Ekoto e Moukandjo na derrota para os croatas. Para completar, a seleção foi acusada de manipular resultados no torneio para beneficiar bolsas de apostas. Lesionado, Eto'o só disputou apenas a primeira partida do Mundial.

Mais conteúdo sobre:
futebol Camarões Samuel Etoo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.