Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » Gre-Nal com reviravolta e provocação por rebaixamento termina empatado em 2 a 2

Futebol

Ricardo Durate/SC Internacional

Esportes

Grêmio

Gre-Nal com reviravolta e provocação por rebaixamento termina empatado em 2 a 2

Inter chega a virar o placar sobre o Grêmio, mas leva o empate e comemora como vitória no fim da partida

0

Estadão Conteudo

04 Março 2017 | 20h45

O primeiro Gre-Nal após a queda do Inter para Série B do Campeonato Brasileiro e o título do Grêmio da Copa do Brasil, como não poderia deixar de ser, foi bastante brigado, com jogadas duras e reviravoltas no placar. No final das contas, o clássico terminou empatado em 2 a 2 neste sábado, na Arena Grêmio, pela sexta rodada do Campeonato Gaúcho.

O resultado mantém o Grêmio na terceira colocação na tabela, com 10 pontos, cinco a menos do que o líder Novo Hamburgo, que entra em campo apenas na segunda-feira para enfrentar o Passo Fundo, em casa. O Inter subiu para a quarta colocação, com nove.

O time tricolor agora volta suas atenções para a Libertadores. Na quinta-feira, visitará o Zamora, da Venezuela, na estreia das equipes no Grupo 8, que conta ainda com Deportes Iquique e Guarani, do Paraguai. O Internacional jogará um dia antes. Visitará o Sampaio Corrêa, no estádio Castelão, no jogo de ida da terceira fase da Copa do Brasil.

O JOGO

O início da partida parecia que iria coroar a tarde de provocações dos mandantes. A letra B em vermelho nunca foi tão vista no estádio. Houve torcedor que trocou o uniforme tricolor pela fantasia de fantasma da Série B - no ano passado, um drone com um fantasma da Série B sobrevoou o estádio Beira-Rio e causou enorme confusão durante o clássico entre as equipes. O aparelho caiu na casa de uma pessoa que nada tinha a ver com a história e torcedores colorados apedrejaram o local.

Desta vez, não houve confusão entre torcedores. O Grêmio, por sua vez, quem teve um problema de última hora. O volante Maicon sentiu desconforto muscular e foi preservado por conta do jogo de meio de semana pela Copa Libertadores. Do lado colorado, o técnico Antonio Carlos Zago, estreante em Gre-Nais, pôde contar com D'Alessandro, recuperado de lesão.

O Grêmio começou melhor a partida, aproveitando também do mau momento do Internacional no Campeonato Gaúcho. Logo aos 11, Bolaños avançou e chutou para boa defesa do goleiro Danilo Fernandes. O time colorado demonstrava nervosismo para chegar ao ataque e ficou atrás do marcador aos 22 minutos.

Após rápido contra-ataque, Ramiro lançou para Pedro Rocha, que tocou para Miller Bolaños. O equatoriano avançou e tocou para as redes. Após o gol, o estádio passou a gritar "ão, ão, ão, segunda divisão". Na sequência, Bolaños assustou novamente em cabeceio.

O Inter não se encontrava em campo. Rodrigo Dourado e Léo Ortiz discutiram sobre posicionamento. D'Alessandro também chegou a chamar a atenção do setor defensivo. Pouco depois, Bolaños reclamou de falta recebida e bateu boca com William. E o jogo chegou a ficar paralisado enquanto os menos exaltados tentavam acalmar os ânimos.

A primeira chance dos visitantes só veio aos 41 minutos. Carlinhos recebeu na esquerda, e bateu de perna direita para defesa de Marcelo Grohe. O Grêmio respondeu em contra-ataque. Novamente Bolaños recebeu na frente e bateu com perigo para fora.

O Inter voltou mais ligado para o segundo tempo após as entradas de Nico López e Roberson nas vagas de Carlos e Charles. Logo aos 10 minutos, Nico tocou para Roberson, que tabelou com Brenner, e tocou na saída de Grohe: 1 a 1.

O gol calou o estádio e provocou um apagão no Grêmio. O Inter aproveitou o bom momento e virou a partida dois minutos mais tarde. Uendel tabelou com D'Alessandro e deixou Brenner na cara do gol. O atacante deslocou Grohe e deixou o time colorado em vantagem.

O técnico Renato Gaúcho decidiu então mexer na equipe e colocou em campo o estreante Lucas Barrios na vaga de Pedro Rocha. E logo depois pôs Fernandinho na vaga de Michel. A mudança surtiu efeito. Na primeira vez que tocou na bola, aos 23 minutos, Fernandinho dominou pelo lado esquerdo, levou para o meio e mandou uma bomba no canto oposto do goleiro Danilo Fernandes para deixar tudo igual novamente.

Após a igualdade em 2 a 2, um temporal caiu na Arena do Grêmio e atrapalhou o andamento da partida. As equipes continuaram brigando e na base da raça tentavam chegar ao ataque. No fim das contas, permaneceu o empate.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.