Grêmio cede empate ao Brasil de Pelotas, mas sobe para 2º no Gauchão

Tricolor fica no 1 a 1 com adversário, fora de casa

Estadão Conteúdo

15 Março 2017 | 22h07

Sem poupar titulares, o Grêmio empatou com o Brasil de Pelotas, por 1 a 1, em jogo morno disputado na noite desta quarta-feira, no estádio Bento Freitas. O time da capital saiu na frente, mas cedeu o empate ainda na etapa inicial. Mesmo com o tropeço, a equipe comandada por Renato Gaúcho subiu para a segunda colocação do Campeonato Gaúcho.

Escalando o que tinha de melhor, o treinador deixou Lucas Barrios no banco no início da partida. E não promoveu a estreia do meia Gastón Fernández, que esperava entrar em campo nesta quarta. Antes do início da partida, Renato Gaúcho ganhou um motivo para se preocupar. O goleiro Marcelo Grohe sentiu dores musculares no aquecimento e foi substituído pelo jovem Léo.

Empurrado pela torcida, o time da casa criou a primeira boa chance de gol, com Marcinho, de bicicleta, logo aos dois minutos de jogo. O time visitante respondeu com chute de Luan, aos 13, sem maior perigo.

Rapidamente, o Grêmio assumiu o controle da partida. E, superior no meio-campo, abriu o placar aos 22 minutos em troca de passes de Léo Moura e Ramiro. Cirilo rebateu mal na sequência e a bola sobrou para Ramiro só empurrar para as redes.

Antes do fim do primeiro tempo, o Grêmio teve chance preciosa para ampliar a vantagem no placar. Bolaños encheu o pé, mas parou na bela defesa do goleiro Martini, aos 29. Sem converter sua chance, o time visitante cedeu o empate três minutos depois. Marlon cobrou escanteio na área e Gustavo Papa cabeceou no canto.

No segundo tempo, o jogo caiu de ritmo. O mesmo Gustavo Papa e Pedro Rocha, pelo Grêmio, tiveram boas oportunidades de alterar o placar. Sem sucesso. O time de Renato Gaúcho acabou concentrando as melhores oportunidades para vencer o jogo, com Luan e Everton, principalmente. O segundo chegou a acertar a trave.

O resultado deixou o Grêmio na segunda colocação da tabela, com os mesmos 12 pontos do Veranópolis, porém com melhor saldo de gols. O líder é o Novo Hamburgo com 18 pontos. Já o Brasil de Pelotas ocupa a sétima posição, com oito pontos, dentro da zona de classificação para a próxima fase do Estadual.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.