Guarani confia na defesa contra Paraná

O Guarani enfrenta o Paraná, nesta quarta-feira, às 20h30, pela segunda fase da Copa do Brasil, depositando total confiança em sua defesa. Nas últimas partidas do Guarani, a linha de três zagueiros vem sendo muito eficiente. Tanto é verdade que o time de Campinas tem a melhor defesa do Torneio Rio-São Paulo, com apenas oito gols sofridos em oito jogos. Pelo regulamento da Copa do Brasil, se o time de Campinas conseguir uma vitória por dois gols de diferença garantirá a classificação às oitavas-de-final sem a necessidade do jogo de volta, dia 14 de março, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Mas a preocupação do técnico Zé Mário está no fato de não perder em Curitiba. No caso de um empate ou vitória, o time teria a vantagem de decidir a vaga em casa. "Temos que ter a preocupação com o setor defensivo. Se atrás funcionar, temos liberdade para conseguir os gols. Sabemos que é difícil vencer o Paraná em Curitiba, ainda mais por dois gols de diferença, mas vamos tentar evitar o segundo jogo", confessou Zé Mário. E para tanto, o treinador escalou um ataque diferente dos últimos jogos. Sem poder contar com os machucados Léo e Dudu, Zé Mário confirmou Rafael Silva, ao contrário da previsão inicial que era a de Marcinho adiantado ao ataque. Será a primeira partida de Rafael como titular. Ao seu lado estará Zé Afonso, autor de um gol contra o Coritiba no jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil.

Agencia Estado,

05 Março 2002 | 17h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.