Gabriel Ferrari/Guarani
Gabriel Ferrari/Guarani

Guarani espera regularizar reforços no período de folga na Série B do Brasileiro

Nomes como Richarlyson e Ewerton Páscoa já foram anunciados, mas ainda não possuem condições de jogo

O Estado de S.Paulo

25 Maio 2017 | 19h14

Após a vitória por 2 a 0 sobre o Figueirense, na última terça-feira, o Guarani só volta a campo no dia de 3 de junho, quando enfrenta o Vila Nova, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Com o longo período de folga, a expectativa é que os reforços que ainda não foram regularizados tenham o nome divulgado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF até a data do próximo jogo.

Entre os nomes que não estão à disposição do técnico Osvaldo Alvarez, o Vadão, estão dois jogadores que foram contratados para serem titulares. Um deles é o volante Richarlyson, que além de não estar com o contrato regularizado, não atua desde o ano passado, quando deixou o Goa FC, da Índia, e ainda aprimora a forma física.

O outro é o zagueiro Ewerton Páscoa, com um problema causado pelo Náutico, o seu ex-clube. O time pernambucano ainda não liberou a documentação necessária para inscrição do atleta. De qualquer maneira, as chances dele ser liberado até a próxima rodada são grandes.

Também aguardam pela regularização os volantes Pablo Oliveira e Betinho, o meia Luiz Fernando e o atacante Gabriel Leite. O atacante Rafael Silva, ex-Cruzeiro, apresentado na última quarta-feira, também está na lista, mas não tem chances de jogar contra o Vila Nova. Isso porque ele veio do Hatta Club, dos Emirados Árabes Unidos, e só ficará à disposição a partir do dia 20 de junho, quando abre a janela de transferência do mercado internacional.

Mais conteúdo sobre:
Futebol futebol Guarani

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.