Guarani não terá Dracena contra Flu

Para manter suas chances matemáticas de chegar às semifinais do Torneio Rio-São Paulo o Guarani precisa vencer o Fluminense, nesta quarta-feira à noite, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Mas para o técnico Zé Mário os objetivos são "paupáveis" desde que o time não vacile como no empate diante do Vasco da Gama, quando teria faltado malícia ao jovem time campineiro. O Guarani levou o gol de empate aos 49 minutos do segundo tempo, quando tinha todas as condições de somar três pontos. Com a igualdade , o time chegou aos 16 pontos e manteve a sétima posição na classificação geral, ainda faltando cinco rodadas para o término da primeira fase. "Precisamos um pouco mais de atenção e vontade de vencer", receitou Zé Mário, despreocupado com o jejum de vitórias. Há cinco rodadas o time não vence. O time, porém, terá um desfalque importante: o zagueiro e capitão Edu Dracena recebeu o quinto cartão amarelo e deixará com Sangaletti a missão de comandar o time em campo. Ao seu lado estará Gláuber, que aproveita a suspensão de quatros jogos sofrida por Aderaldo. No meio-campo, ainda sem o experiente Caio, em busca da melhor forma física, retorna o volante Alexandre, que cumpriu suspensão automática. A esperança do técnico vem dos atacantes, Dudu e Rafael Silva, que se destacaram no último jogo. Além de Marcinho, que mesmo sendo atacante está jogando como meia de ligação. "Estou me sentindo à vontade", garantiu o meia. A comissão técnica não alterou sua rotina de trabalho nesta terça-feira, com um treino técnico-tático pela manhã e um recreativo à tarde.

Agencia Estado,

19 Março 2002 | 19h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.