Guilherme quer gols. Ricardinho, paz

Guilherme, o primeiro reforço do Corinthians para o Campeonato Brasileiro, chegou ao Parque São Jorge com um discurso ousado, prometendo gols. O atacante, de 28 anos, disse que sonha em disputar a Taça Libertadores pelo clube paulista no ano que vem. Para isso, porém, terá de fazer sucesso entre os corintianos. Seu contrato vai até dezembro e só será renovado se o atleta agradar. ?Só tenho cinco meses para fazer muitos gols, porque quero jogar a Libertadores e dar esse título inédito ao Corinthians?, afirmou, em entrevista coletiva, após um leve treino. O atacante, emprestado pelo Atlético-MG, rejeitou, porém, qualquer comparação com Luizão, o último jogador considerado ?matador? pelos torcedores. ?Sou o Guilherme, não gosto de comparações.? Sua estréia deverá ocorrer apenas na quarta-feira, contra o Internacional, em São Paulo. Não foi inscrito a tempo de atuar na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O Corinthians joga no domingo contra o Atlético-MG, ex-clube de Guilherme, em Belo Horizonte. Discrição - Sua apresentação no Corinthians não teve muita pompa. Os torcedores não apareceram, apenas alguns sócios acompanharam o primeiro treino com a camisa alvinegra. Mesmo assim, o atacante, que nasceu no Ipiranga, na capital paulista, acredita que será bastante cobrado no Parque São Jorge. ?A responsabilidade aqui é maior que no Atlético.? Apreensão - A alegria de Guilherme, que receberá cerca de R$ 70 mil por mês, contrastava com a apreensão de Ricardinho. O meia voltou a afirmar, nesta quinta, que está cansado da falta de uma definição para seu futuro. Deixou claro que não agüenta mais ver seu nome na televisão e nos jornais e reclamou de algumas declarações dadas pelo presidente do São Paulo, Marcelo Portugal Gouvêa. O dirigente disse que Ricardinho não quer mais ficar no Corinthians e que sentaria com o jogador para acertar sua contratação antes do fim de semana. ?Vocês (imprensa) têm de escutar o que sai da minha boca, não o que os outros falam, não assinei nada com o São Paulo.? Em nenhum momento, contudo, ele negou contato com o clube do Morumbi. Seu procurador, Rubens Pozzi, e o vice-presidente de Finanças do Corinthians, Carlos Roberto de Mello, estão na Inglaterra tentando negociá-lo com o Leeds ou o Middlesbrough. Marcinho - O clube tentará, nesta sexta, definir a contratação de Marcinho, meia do Jundiaí.

Agencia Estado,

08 Agosto 2002 | 19h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.