Gustavo Nery não esconde tristeza por não ser chamado

Gustavo Nery dava como certa a sua convocação. Apesar da má fase e da inatividade por conta de uma contusão que só terminou domingo na partida entre Corinthians e Paraná - em que teve atuação discreta -, o lateral-esquerdo passou os últimos dando declarações em que se mostrava seguro de que estaria na lista de Carlos Alberto Parreira. Era como se tivesse alguma informação privilegiada. O treinador, porém, preferiu a experiência e a versatilidade de Gilberto. Restou a Gustavo a decepção. O corintiano, que reuniu a família nesta segunda-feira de manhã para acompanhar a divulgação da lista, foi apanhado de surpresa com a ausência de seu nome e sentiu o golpe, embora tenha se esforçado para demonstrar serenidade. ?Futebol tem dessas surpresas, mas tenho de levantar a cabeça e continuar fazendo o meu trabalho. Segue a vida", disse Gustavo Nery. Ele considera que, nas vezes em que foi convocado por Parreira, saiu-se bem e fez o que estava em seu alcance para merecer está no grupo que está na Alemanha. ?É um trabalho de três anos na seleção." Mesmo tendo que encarar a realidade de que vai assistir a Copa pela televisão, Gustavo Nery disse que torcerá para o sucesso da seleção. ?Não posso me decepcionar neste momento. Vou me apoiar nos meus familiares, minha mulher e meu filho."

Agencia Estado,

15 Maio 2006 | 18h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.