Divulgação/Internacional
Divulgação/Internacional

Guto Ferreira mantém mistério no Inter para encarar o Luverdense

Partida pela Série B do Brasileiro será nesta terça-feira, no Beira-Rio

Estadão Conteúdo

17 Julho 2017 | 20h54

O técnico do Internacional, Guto Ferreira, não revelou os titulares para o jogo contra o Luverdense, nesta terça-feira, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, válido pela 15.ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, fundamental para a recuperação do time colorado na competição nacional - o clube gaúcho é apenas o sétimo colocado na tabela de classificação, com 21 pontos.

Guto Ferreira não teve muito tempo para organizar a equipe após a derrota por 2 a 0 para o CRB, em Alagoas, no último sábado. A delegação desembarcou em Porto Alegre no domingo e teve apenas esta segunda-feira para treinar no CT Parque Gigante, em Porto Alegre. O treinador comandou uma atividade com portões fechados.

A volta do volante Rodrigo Dourado - poupado do duelo em Maceió - pode ser a grande novidade na escalação. O zagueiro Klaus - suspenso pelo terceiro cartão amarelo - é desfalque certo. Danilo Silva e Léo Ortiz são as opções de Guto Ferreira para compor a zaga junto com o argentino Victor Cuesta.

O volante Edenilson, em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, após o treino da equipe, cobrou empenho dos companheiros. "Independente de quem vai jogar amanhã (terça), esperamos abrir um caminho de vitórias no estádio Beira-Rio. Temos que fazer o melhor em casa", frisou o jogador.

Edenilson acredita que os torcedores e o clube estejam "machucados" com o momento vivido pelo clube e este sentimento aumenta ainda mais a pressão, especialmente em jogos no estádio Beira-Rio, causando o mau desempenho dos atletas quando atuam em casa.

"A gente tem de saber trabalhar com isso, sabe que está em um clube muito grande, bastante machucado, uma torcida bastante machucada. Temos de fazer melhor em casa, que é o que não temos feito desde o início do campeonato. A gente é a maior equipe, em camisa e em história. Temos de saber nos impor, que a nossa responsabilidade é maior do que a dos outros. Tem de saber o peso que é jogar com o Inter a Série B e ter a responsabilidade de subir", analisou o volante do time gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

0 Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.