JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Herói santista, Lucas Veríssimo comemora seu primeiro gol como profissional

Zagueiro desempatou a partida contra o Santa Fe aos 32 minutos do segundo tempo

Estadão Conteudo

05 Maio 2017 | 00h30

O Santos sofreu para derrotar o Independiente Santa Fe, da Colômbia, por 3 a 2, nesta quinta-feira, pela Copa Libertadores. O salvador santista no estádio do Pacaembu, em São Paulo, foi o zagueiro Lucas Veríssimo, autor do terceiro gol, já aos 32 minutos do segundo tempo. O jogador comemorou bastante, pois foi seu primeiro como profissional.

"Que seja o primeiro de muitos, sabíamos que seria um jogo muito brigado do começo ao fim. Agradeço não só pelo gol, nossa equipe brigou do início ao fim e merecemos o resultado. Sabíamos que seria um jogo difícil, eles batem muito, matam muito a jogada, mas quando colocamos a bola no chão saímos com a vitória", afirmou Lucas Veríssimo, ainda no gramado, em entrevista ao canal de TV a cabo Fox Sports.

Nos três gols marcados, os jogadores do Santos prestaram homenagem ao meia Rafael Longuine, que perdeu os pais em um trágico acidente de carro no Paraná na última segunda-feira. Lucas Veríssimo não deixou de homenagear o companheiro. "Dedico o gol aos meus pais. Também dedico ao Rafael Longuine, na noite anterior estávamos com ele, estava feliz. Todos sentimos esse baque, que Deus conforte ele", disse.

O meia Lucas Lima ressaltou a dificuldade encontrada pelo Santos na partida. "Agradeço a Deus pelo prêmio, aos meus companheiros. A Libertadores é sempre difícil jogar e o time deles dificultou mais. Consegui dar duas assistências, estavam merecendo fazer os gols", disse o jogador, eleito o melhor em campo com seus dois passes para gol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.