1. Usuário
Assine o Estadão
assine
Copa 2014

Holanda e Alemanha têm os melhores times da Copa, diz Messi

Gonçalo Júnior - Enviado especial a Belo Horizonte - Agência Estado

16 Junho 2014 | 18h 55

O autor do gol da vitória argentina sobre a Bósnia, em jogo realizado no último domingo, descartou o Brasil como um time forte do Mundial

O argentino Lionel Messi avalia que as melhores seleções da Copa do Mundo até agora são Holanda e Alemanha e não colocou o Brasil na lista. A afirmação foi feita em uma inesperada entrevista coletiva nesta segunda-feira no Centro de Treinamento do Atlético Mineiro, em Belo Horizonte.

"Os melhores são Holanda e Alemanha. Não esperava que a Holanda fosse vencer por tantos gols", afirmou o autor do gol da vitória da Argentina sobre a Bósnia por 2 a 1, no Maracanã. Os gols a que Messi se refere foram feitos na goleada da Holanda sobre a Espanha por 5 a 1. Nesta segunda, a Alemanha venceu Portugal por 4 a 0. Em nenhum momento, Messi se referiu à vitória do Brasil sobre a Croácia por 3 a 1 na abertura da Copa.

Messi também reafirmou sua preferência pelo esquema adotado pela seleção argentina no segundo tempo, depois da entrada de Higuaín e Gago, quando o time voltou a usar o esquema 4-3-3. Ele negou que os jogadores tivessem pedido uma mudança de esquema para o técnico Alejandro Sabella.

"No primeiro tempo, as coisas não funcionaram. A marcação era muito forte. Sabella se deu conta de que as coisas não estavam bem e resolveu mudar. Não foi um pedido dos jogadores", afirmou o jogador, que preferiu fazer elogios à variedade de esquemas.

AP Photo/Victor R. Caivano
Messi, durante entrevista nesta segunda-feira, em Belo Horizonte (MG)

"É importante saber jogar com vários sistemas, mas o esquema utilizado no segundo é aquele com o qual estamos mais acostumados a jogar. Foi o sistema das Eliminatórias, dos amistosos. No segundo tempo, jogamos da forma que gostamos", afirmou.

O camisa 10 preferiu não comentar qual será o esquema adotado na próxima partida, sábado, contra o Irã: o esquema utilizado no primeiro, mais defensivo, com três zagueiros, ou o do segundo tempo, com quatro jogadores na frente (Messi, Di María, Agüero e Higuaín).

Copa 2014