1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Holanda tenta mesclar gerações para ir bem na Copa do Mundo

Ronald Lincoln Jr. - O Estado de S. Paulo

08 Junho 2014 | 14h 40

Louis Van Gaal busca um equilíbrio entre atletas experientes, como Van Persie e Robben, com os jovens Martins Indi e Stefan de Vrij

Após o vice-campeonato na Copa do Mundo de 2010, a seleção holandesa passou por uma grande reformulação. Em 2014, um dos desafios da equipe do técnico Louis Van Gaal para a Copa do Mundo será aliar a experiência de atletas como Van Persie e Robben - alguns dos responsáveis pela boa campanha na África do Sul - com a força de jogadores muito jovens como Martins Indi e Stefan de Vrij, ambos com 22 anos de idade, prestes a disputar seu primeiro Mundial como titulares da Laranja Mecânica.

Durante uma coletiva de imprensa realizada depois do treino deste domingo, ocorrido na sede do Flamengo (Gávea, zona sul), Van Persie falou da importância da ligação entre os jogadores mais jovens e os mais experientes. "Esta é minha terceira Copa do Mundo. Com certeza chego aqui com uma bagagem maior. E é importante que os mais antigos tenham uma boa conexão com os jovens para ajudar o grupo", falou o atacante.

Alexandre Durão/Estadão
Clima de descontração no treino da seleção holandesa, na Gávea

Questionado sobre a seleção da Espanha, Van Persie admitiu a força de sua principal rival no Grupo B. "A Espanha é o melhor time de nosso grupo. Mas somos um país grande no futebol e todos os países com tradição no futebol devem pensar em alcançar os maiores postos, estamos focados em nós mesmos", disse ele.

No treinamento de hoje, Van Gaal repetiu pela segunda vez a formação titular. O técnico conduziu um coletivo em campo reduzido. Dividiu os titulares em dois times com cinco jogadores na linha, que se enfrentaram por cerca de 30 minutos sob um forte calor - a temperatura alcançou 30 graus Celsius. Enquanto isso, os reservas treinavam jogadas de bola parada.

Diferentemente dos dois últimos treinos, a atividade foi bastante dura, os jogadores correram bastante e não se pouparam nas divididas. Craque do time, o atacante Robben chegou a levar uma pancada de Martins Indi, que o deixou no chão por alguns instantes. Mas o jogador levantou-se e seguiu no treino, para o alívio da comissão técnica. Há três dias no Brasil, a Holanda se prepara para estrear contra a seleção da Espanha no dia 13 de junho, na Arena Fonte Nova, em Salvador, para onde viaja na próxima quarta-feira.