Honda anuncia saída do Milan e clube acerta contratação de zagueiro argentino

Japonês agradece à torcida e espera retornar à equipe futuramente em alguma função administrativa

Estadao Conteudo

22 Maio 2017 | 12h38

O meia Keisuke Honda anunciou no Twitter que vai deixar o Milan depois do final da atual temporada do futebol europeu. O japonês agradeceu à torcida e disse que espera retornar à equipe futuramente, mesmo que não seja como jogador.

Pouco aproveitado no clube, o japonês participou de apenas sete partidas da atual edição do Campeonato Italiano, que termina no próximo final de semana. No último domingo, Honda marcou um gol de falta, o segundo na vitória do Milan contra o Bologna por 3 a 0 no San Siro.

"Queridos torcedores, muito obrigado por esses três anos e meio. Foi um constante desafio, mas que me permitiu crescer como homem", escreveu o japonês. "Vou deixar o Milan no final desta temporada, mas espero vê-los novamente em breve, talvez não como jogador. Enquanto isso, vou continuar a me dedicar dia após dia para alcançar meus objetivos".

O time italiano deve anunciar em breve a contratação do zagueiro argentino Mateo Musacchio, que defendia o Villarreal, da Espanha, desde 2009. Nas suas redes sociais, o Milan publicou imagens desta segunda-feira em que o argentino aparece nas dependências do clube após realizar uma bateria de exames médicos.

Os clubes envolvidos ainda não divulgaram valores, mas veículos da mídia italiana reportaram que o negócio irá girar em torno de 18 milhões de euros. Hoje com 26 anos de idade, o atleta foi formado como jogador pelo River Plate antes de se transferir ao Villarreal, que ele defendeu por 23 partidas neste último Campeonato Espanhol e ajudou o time a conquistar o quinto lugar e a consequente classificação para a Liga Europa.

A vitória do último domingo deixou o Milan em sexto lugar na tabela do Campeonato Italiano. Com o resultado, o time garantiu vaga na fase de qualificação para a próxima Liga Europa. Na última rodada do torneio nacional, o Milan enfrenta o Cagliari, no domingo, às 15h45 (horário de Brasília), fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.