Hudson celebra bom início de trajetória no Cruzeiro e avisa: 'É só o começo'

'Fico muito feliz, mas é só o começo', afirma o ex-jogador do São Paulo

Estadao Conteudo

02 Maio 2017 | 17h54

O volante Hudson chegou ao Cruzeiro no início da temporada, em troca envolvendo a ida de Neilton para o São Paulo, para compor o elenco celeste. Uma lesão de Henrique, no entanto, deu a oportunidade para o jogador ter uma sequência de jogos, e ele aproveitou, se firmou entre os titulares e passou a ser um dos destaques na boa trajetória cruzeirense em 2017.

"Me vejo como um jogador importante. Tenho procurado mostrar a cada jogo o porquê da minha contratação. Vim para somar num grupo de qualidade. Tive a oportunidade na lesão do Henrique, mas precisamos estar preparados para essas situações. Treinei muito, fiz boa pré-temporada. Fico muito feliz, mas é só o começo. Temos muitos campeonatos. Isso é um crescimento que precisamos chegar num nível muito maior", declarou.

Hudson tem formado a dupla de volantes com o próprio Henrique, que se recuperou de lesão e voltou a ser titular. O ex-são-paulino ganhou liberdade para atacar e se destacou ofensivamente na vitória por 2 a 0 sobre o América-MG, na semifinal do Campeonato Mineiro. Mas é sua capacidade de roubar bola que tem agradado o técnico Mano Menezes.

"É uma das minhas características. Você precisar estar bem atento, porque enfrenta grandes jogadores. Se não tiver com nível de concentração muito alto, não terá sucesso. Tenho focado muito nisso para ter um bom resultado", afirmou.

Com Hudson, o Cruzeiro inicia o duelo de oitavas de final da Copa do Brasil diante da Chapecoense nesta quarta-feira, em casa, antes de definir o título mineiro com o Atlético-MG no próximo domingo. "Amanhã, temos um confronto muito difícil, estamos com a cabeça voltada para Chapecoense. Estamos nas oitavas de final, é um campeonato importante, é o momento de colocar força máxima. Todos que tiverem com capacidade, que estejam à disposição do Mano", considerou.

Mais conteúdo sobre:
Cruzeiro futebol Cruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.