Estadão - Portal do Estado de S. Paulo

Esportes

Esportes » 'Infelizmente, temos que comemorar o resultado', diz Egídio

Futebol

Alex Silva|Estadão

'Infelizmente, temos que comemorar o resultado', diz Egídio

Lateral palmeirense resume o sentimento após 2 a 2 com São Bento

0

Daniel Batista,
Estadão Conteúdo

04 Fevereiro 2016 | 23h25

O gol nos minutos finais da partida e o empate em 2 a 2 com o São Bento, nesta quinta-feira, no estádio do Pacaembu, em São Paulo, evitou a derrota do Palmeiras, mas não foi o suficiente para os jogadores deixarem o gramado satisfeitos. Pelo contrário. Os atletas do time alviverde deixaram claro que a atuação e o resultado não foram compatíveis com o que o time pode render.

O lateral-esquerdo Egídio resumiu bem o que aconteceu na partida. "O que tínhamos era que pegar os caras em cima nos primeiros minutos. A gente deu uma acomodada, acho que faria dois ou três com facilidade. O time deles começou a colocar a bola no chão e reverteu a situação. Infelizmente temos que comemorar esse resultado. A torcida encheu o estádio e saiu com empate. Isso não pode acontecer", disse.

O goleiro Fernando Prass também criticou a postura da equipe e cobrou maior maturidade. "Tivemos 30 minutos excelentes, mas precisamos ter mais consistência. Temos que ter maturidade para não se abater quando levamos um gol. Levar gol faz parte do futebol, o que não pode é nos perdermos nessas situações", analisou.

O capitão palmeirense ainda alertou para o fato de que o time ficar cheio de atacante não é sinal de ofensividade. "O gol fez a gente mudar de postura. Na ânsia de querer virar, você acha se desorganizando. Atacando com cinco, seis ou oito atacantes, não significa que somos ofensivos. Podemos ficar mais desorganizados, na verdade", completou.

O elenco do Palmeiras se reapresenta na manhã desta sexta-feira, quando os reservas farão um jogo-treino contra o Nacional, atualmente na Série A3 paulista.

Mais conteúdo sobre:

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.