1. Usuário
Assine o Estadão
assine

Internacional não assina reforma de estádio com Andrade Gutierrez

ELDER OGLIARI - Agência Estado

16 Março 2012 | 16h 49

Presidente do clube admite que não houve entendimento entre as partes para reforma do Beira-Rio

PORTO ALEGRE - O presidente do Internacional, Giovanni Luigi, admitiu que o clube pode desistir de assinar o contrato com a Andrade Gutierrez para a reforma do estádio Beira-Rio. Nesta sexta-feira, em entrevista coletiva dada no campo do estádio, em Porto Alegre, o dirigente revelou que a empresa mostrou-se pronta a firmar o acordo, mas advertiu que agora é o clube que tem algumas exigências. "O Internacional mantém firmeza e não abriremos mão dela mesmo que nos custe a assinatura", destacou.

O principal detalhe que estaria entravando este momento da negociação seria uma cláusula pela qual a empresa tem 120 dias para desistir da obra, mesmo depois da assinatura do contrato. Como já transcorreram 90 dias desde a aprovação do acordo pelo conselho deliberativo, em 15 de dezembro, o clube sustenta que a hipótese de uma retirada da construtora não deve existir mais. "Se daqui a três ou quatro meses eles, por qualquer motivo, saírem fora, como fica o Internacional?", questionou Luigi.

Desde dezembro, o clube espera que a empresa obtenha o financiamento de R$ 205 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para assinar o contrato e retomar a obra, paralisada há oito meses e meio. A negociação que a Andrade Gutierrez tinha com o Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul) foi suspensa porque o banco, que seria o repassador do empréstimo, considerou as garantias oferecidas como insuficientes.

A empresa anunciou no início deste mês que dispunha das garantias, mas não indicou com qual banco passou a tratar do assunto. No final da semana passada, criou-se a expectativa que o contrato seria assinado até o dia 13, mas as partes ainda não chegaram ao entendimento.