Ibraheem Al Omari/Reuters
Ibraheem Al Omari/Reuters

Iraniano é suspenso pela Fifa e perderá estreia da sua seleção na Copa

Saeid Ezatolahi só cumpriu um dos dois jogos de punição

Estadão Conteúdo

02 Outubro 2017 | 16h06

Classificada à Copa do Mundo de 2018, a seleção iraniana já sabe que terá um desfalque no seu jogo de estreia no torneio na Rússia. Nesta segunda-feira, a Fifa suspendeu o meio-campista Saeid Ezatolahi por dois jogos, o que o deixará de fora da primeira rodada da fase de grupos da competição.

+ CBF opta por inédito transporte de helicóptero 'para evitar desgaste'

A comissão disciplinar da Fifa impôs a pena a Ezatolahi, de 21 anos, pelo cartão vermelho recebido no jogo entre Irã e Coreia do Sul, disputado em 31 de agosto em Seul. Ele cumpriu o primeiro jogo da pena no empate por 2 a 2 dos iranianos com a Síria, cinco dias depois, quando sua seleção encerrou a sua vitoriosa campanha nas Eliminatórias.

No lance em que foi expulso, Ezatolahi pisou na cabeça do meio-campista sul-coreano Kim Min-Jae, que havia caído em uma disputa aérea pela bola entre eles, em que o iraniano foi atingido no rosto pelo adversário.

O Irã, dirigido pelo técnico português Carlos Queiroz, foi a primeira seleção asiática a se classificar para a Copa do Mundo na Rússia - posteriormente, Coreia do Sul, Japão e Arábia Saudita também obtiveram suas vagas. Já Síria e Austrália vão disputar uma vaga na repescagem mundial contra uma seleção da Concacaf.

Ezatolahi defende atualmente o russo Amkar Perm, cedido por empréstimo pelo Rostov. Agora, porém, está fora da estreia do Irã na Copa do Mundo, que vai ser disputada exatamente no país onde atua profissionalmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.